Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

INTRODUÇÃO AO DEUTERONÔMIO


O quinto e último livro do Pentateuco foi chamado Deuteronômio, isto é, "segunda lei", talvez porque assim tenha sido traduzida, embora inexatamente pelos LXX, uma frase hebraica em 17,18. No entanto, convém-lhe perfeitamente esse nome. O livro não é uma simples repetição da legislação contida nos livros precedentes, mas além de leis novas, oferece complementos, esclarecimentos e modificações às primeiras. É, de certo modo, uma segunda lei, promulgada no fim da longa peregrinação dos israelitas, paralela à lei dada no Sinai e destinada a regular mais de perto a vida do povo escolhido, no solo da Terra Prometida à qual eles estavam para chegar e dela tomar posse definitiva. Não é, porém, simples enumeração de leis e determinações; o que caracteriza esse livro, o que lhe constitui a alma, é um ardente sabor oratório. O hagiógrafo nos faz ouvir um Moisés que exorta, encoraja, invectiva; inculca a observância das leis, a começar dos grandes princípios morais; apela para os mais poderosos motivos, evoca a glória do passado, a missão histórica de Israel, os triunfos do porvir. Na mente do autor sagrado temos o testamento definitivo, que o grande guia e legislador deixa ao povo de Deus às vésperas da sua morte. Pelo estilo, o Deuteronômio é um discurso, ou melhor, vários discursos, dirigidos por Moisés aos israelitas. Deduz--se daí a divisão do livro em quatro partes:

1a parte: 1o discurso (14): olhar retrospectivo aos fatos acontecidos desde a partida do Horeb até às últimas conquistas da TransJordânia (1-3); exortação geral à observância da lei (4,1-40).

2a parte: — 2o discurso: renovação da lei 4,44-26,19). Princípios gerais: o Decálogo (5), o culto e o amor ao único Deus verdadeiro (6), guerra à idolatria (7), benefícios de Deus, censura da infidelidade anterior de Israel, promessas e ameaças (8-11). Leis especiais: 1) Deveres religiosos. Unicidade do santuário e disposições relativas (12, 1-28); contra a apostasia (12,29-13-18); alimentos e dízimos (14); ano da remissão (15); as três grandes solenidades anuais (16,1-17). 2) Direito público. Juízes (16,18-17,13), rei (17,14-20), sacerdotes (18,1-8), profetas (18,9-22); homicídio involuntário (19), guerra (20), homicídio por mão desconhecida (21,1-9). 3) Direito familiar e privado. Grande variedade; os pontos principais são: matrimônio (21,10-14;22,13-23,1) e filhos (21,15-20), o divórcio (20,1-4), levirato (25,5-10), deveres de humanidade (22,1-12;23,16-20;24,6-25,4), honestidade (25,11-19), votos (23,22-24), primícias e dízimos (26).

3ª parte: 3o e  4o discursos: ordem de promulgar a lei em Siquém, maldições para os transgressores (27), ameaças e promessas (28). Exortação à observância da lei, com a recordação dos fatos históricos, das promessas e das ameaças (29-30).

4ª parte. Apêndice histórico. Últimas disposições de Moisés, nomeação de Josué, seu sucessor (31); cântico de Moisés (32), bênção das doze tribos (33), morte de Moisés (34).

Amor de Deus, beneficência, alegria no cumprimento do dever, eis as principais características do Deuteronômio, princípios inculcados e repetidos com solicitude incansável. Por isso, perpassa-o um sopro ardente de sincera e profunda piedade para com Deus e uma ternura simpática pelo homem, que edifica e comove. Há páginas que se aproximam da sublimidade divina dos ensinamentos evangélicos, mais do que quaisquer outras.


 

Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 10406316)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?85.16
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns30.85
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação16.12
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo14.99
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?14.42
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.33
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino13.16
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?12.31
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.78
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes11.30
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia10.30
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria9.32
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes8.83
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?8.77
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra8.30
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade8.28
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?8.18
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.76
Diversos  Apologética  3960 Deus não divide sua glória com ninguém?7.76
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.37
Diversos  Santos e Místicos  3587 Poesia de Santa Teresinha7.31
Diversos  Mundo Atual  3795 O que há de vir?6.89
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.82
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo6.69
Muitos pensam em se realizar aqui ... por um meio ou outro. Sonhos carnais e mundanos. Sonhos sem transcendência. A ilusão do paraíso aqui neste mundo.
Padre Paulo Ricardo

Católicos Online