Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

PERGUNTE E RESPONDEREMOS 547 – janeiro 2008

Debate:

 

A FIXAÇÃO DA DATA DO CARNAVAL

 

A imprensa tem divulgado a notícia de que certas autoridades pensam em fixar a data do Carnaval, o que facilitaria os preparativos dos festejos e permitiria melhor planejamento da vida civil. Segundo a proposta mais frequente, a fixação cairia no primeiro domingo de março como início do Carnaval.

 

Pergunta-se: que diz a Igreja a respeito?

Na verdade, a Moral Católica não se opõe à fixação da data do Carnaval; mas tem suas objeções a fazer à escolha do primeiro domingo de março. Ei-las:

 

1) os meses de fevereiro, março e abril são, no calendário católico, o período em que cai a Quaresma ou os quarenta dias de oração e penitência mais intensa em preparação da Páscoa. O início de março, portanto, é uma época muito sagrada para os católicos, pois se reveste de uma espiritualidade forte e exigente, que não condiz com as atitudes de quem prepara e celebra o Carnaval. Haveria um choque.

 

2) Não somente razões religiosas católicas impugnam a proposta acima. Com efeito, a Quaresma provoca a Campanha da Fraternidade, que é de interesse também de protestantes que a celebram com os católicos e tem finalidade humanitária: atender a algum problema de Ética natural: o valor da água, a devastação da Amazônia, os anciãos... A Campanha da Fraternidade implica poupança de dinheiro para no fim da Campanha contribuir monetariamente para o alívio dos irmãos que sofrem. Esta poupança é contrastada pelos gastos exigidos pelo bom êxito do Carnaval.

 

3) Para evitar os conflitos de mentalidades e atitudes, é oportuno que o Carnaval se realize antes da Quaresma; assim a sociedade poderá viver cada uma das duas celebrações (Carnaval e Quaresma) mais tranqüila e proveitosamente. Daí julgarmos que a data fixa ideal do Carnaval deveria ser procurada no fim de janeiro. Esta data seria conveniente também para os estabelecimentos de ensino, que ultimamente têm recomeçado suas atividades em fevereiro, devendo, porém, interrompê-las mal iniciadas pela intercalação de quatro ou mais dias de "férias" por causa do Carnaval.

 

Diante dos problemas assim colocados, vê-se bem quanto é sábio reservar um tempo adequado para cada atividade, evitando-se sobrepor duas Campanhas de índole e exigências diversas entre si. É muito correta a advertência do autor sagrado:

 

"Há um momento para tudo e um tempo para todo propósito debaixo do céu, tempo de chorar e tempo de rir; tempo de gemer e tempo de bailar; tempo de calar e tempo de falar" (Ecl 3, 4 e 7b).

 

Em complemento perguntamos: como é atualmente escolhida a data do Carnaval?

Causa espécie a oscilação da data de Carnaval. Quem a calcula?

 

Eis a resposta: a data do Carnaval é mutável porque depende da data de Páscoa, e a data de Páscoa, por sua vez, é oscilante. Com efeito; a data de Páscoa é ditada pela Bíblia no livro do Êxodo, cap. 12,1-14; aí manda o Senhor Deus, por intermédio de Moisés que, na noite da primeira lua cheia após o equinócio da primavera no hemisfério Norte, seja imolado e consumido o cordeiro de Páscoa. Supunha-se então o ciclo lunar, que não corresponde ao mês do ano solar. Consequentemente o reajuste da data tem que ser feito anualmente já que contamos meses e anos solares. Uma vez feito esse reajuste ou calculada a data de Páscoa, contem-se seis semanas anteriores ou 42 dias. Desses 42 dias, sejam retirados os seis domingos, pois no domingo não se jejua; ficam 42-6 = 36. Para chegar a 40 (Quaresma quer dizer 40), são acrescentados os quatro dias anteriores ao primeiro domingo da Quaresma, ou seja, a quarta-feira dita "de cinzas", a quinta, a sexta e o sábado. Assim a Quaresma começa na quarta-feira de cinzas e vai até o sábado anterior à Páscoa, perfazendo um total de quarenta dias de oração e procura mais intensa de conversão.

 

Consequentemente o Carnaval se coloca nos três dias anteriores à quarta-feira de cinzas, que oscila, porque, como dito, depende do ciclo da Lua que não coincide com o mês solar.

 

Dom Estêvão Bettencourt (OSB)


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 9430792)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?82.37
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns22.92
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação15.26
Diversos  Apologética  4169 Comer sua carne literalmente?14.25
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.76
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo13.62
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.20
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino12.08
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.21
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia10.85
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?10.64
Pregações  Protestantismo  4167 Onde está na Bíblia ...10.06
Pregações  Mundo Atual  4170 A Ditadura do Relativismo9.95
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes8.68
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria8.37
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.87
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.84
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes7.82
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.72
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.71
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?7.52
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.40
Pregações  Apologética  4171 Há cristianismo sem Igreja?6.98
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.94
O descaso para com o pecado venial e as imperfeições produz a anemia espiritual do cristão.
Dom Estêvão Bettencourt

Católicos Online