Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Guardar a fé, o serviço de Bento XVI

Publicado em 19/04/2012 | Jorge Ferraz

“Não anunciamos teorias nem opiniões privadas, mas a fé da Igreja da qual somos servidores”, disse na última Quinta-Feira Santa o Papa Bento XVI, que na segunda-feira completou 85 anos de idade e, hoje, comemora sete anos de pontificado. Ele respondia a um manifesto de padres europeus que solicitava, entre outras mudanças na Igreja, a ordenação de mulheres e a possibilidade de divorciados casados em segundas núpcias receberem a Eucaristia.

A idade avançada do Papa faz com que não falte nem mesmo quem insinue – com ares de exigência – que Bento XVI deveria renunciar por não estar mais em condições de governar a Igreja Católica do terceiro milênio. Mas, no último domingo, Bento XVI tornou a pedir que os católicos rezassem por ele, a fim de que ele cumpra a missão que lhe foi confiada. Parte desta missão é o combate ao relativismo, a noção de que valores e verdades são maleáveis de acordo com o tempo e o local. Esta mentalidade permeia tanto o mundo moderno como o interior da própria Igreja, como atesta o Apelo à Desobediência a que o Papa respondeu na Semana Santa.

O papel do bispo de Roma, como sempre foi entendido pelos católicos, é um papel de serviço e não de poder. E este serviço não tem a mesma conotação que costumamos encontrar nos dias de hoje, como se significasse bajulação das massas ou obediência subserviente às reivindicações da moda. Bento XVI recebeu a difícil missão de governar mais de 1 bilhão de fiéis católicos espalhados por um mundo plural onde o relativismo parece ser o último dogma que se manteve de pé após o homem moderno e evoluído relegar o fenômeno religioso ao terreno da superstição. E, na contramão das tendências modernas, decidiu dar ao seu pontificado uma tônica de redescoberta e valorização da identidade católica.

Esta posição foi manifestada tantas vezes que, até mesmo por uma questão de honestidade, não é lícito a ninguém ignorá-la. Ainda antes de ser eleito Papa, interpelado sobre o porquê de a Igreja Católica não agir com um pouco mais de transigência diante das exigências morais dos nossos dias – como o aborto, a contracepção, o casamento gay –, o então cardeal Ratzinger respondeu que a maior parte dos protestantes já aceitava estas práticas há muito tempo e nem por isso suas igrejas estavam com maior popularidade que a Igreja Católica.

Em sua viagem à Alemanha em setembro do ano passado, o Papa disse, em um encontro com seminaristas, que o número dos que pediam uma flexibilização da doutrina moral da Igreja, por grande que chegasse a ser, seria sempre uma falsa maioria. Porque a Igreja é formada também pelos católicos dos séculos passados, de tal maneira que não é possível haver uma maioria contra os apóstolos e os santos. Ninguém está obrigado a ser católico, mas os que querem sê-lo têm a obrigação de professar a fé que é, afinal de contas, precisamente aquilo que os define como católicos.

O Papa é guardião da fé, e não o seu artífice. Bento XVI pode não estar governando da maneira como gostariam alguns católicos mais progressistas, mas ninguém o pode acusar de estar sendo infiel à Igreja da qual ele se apresenta como o maior dos servos.

Jorge Ferraz é analista de sistemas e mantém o blog Deus lo Vult! (www.deuslovult.org), premiado como o melhor blog pessoal de religião do Brasil pelo júri acadêmico do Top Blog 2011.


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
5 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 7301295)/DIA
Vídeos  Apologética  4060 A fé cristã e as heresias46.65
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?27.72
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação13.81
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma12.75
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo12.53
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo12.25
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.43
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?11.05
Diversos  História  4046 Com que direito Lutero pretendia “reformar” a Igreja...10.44
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista10.30
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino9.99
Aulas  Doutrina  4057 Corpo, Alma, Espírito e Imortalidade9.87
Diversos  Aparições  4051 Papa no purgatório pede orações a uma santa9.72
Diversos  Prática Cristã  4039 Como responder ao Apocalipse da Record?9.61
Pregações  Apologética  4038 Sobre a Unidade da Igreja9.22
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas9.09
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.61
Diversos  Protestantismo  3738 Como Calvino me fez Católico8.29
Diversos  Apologética  4059 As relíquias, o protestantismo e a sola Scriptura8.28
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade8.27
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos8.24
Diversos  Sociedade  4055 Filho, cachorro ou gato?8.16
Diversos  Igreja  4032 Onde estava a Igreja de Cristo antes de Lutero?7.51
Diversos  Igreja  4035 O plano maçônico para destruição da Igreja7.46
Onde Deus é negado, dissolve-se também a dignidade do homem. Quem defende Deus, defende o homem.
Papa Bento XVI

Católicos Online