Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Aborto – Carta à Carol

 

Entre diversos artigos que ocorrem na mídia eletrônica de jornais de alta circulação, um me chamou a atenção pelo argumento veemente de que a mulher é soberana sobre seu corpo. Achei interessante escrever esta matéria numa forma de diálogo, que entendemos seja mais apropriado, preservando o anonimato através de um nome fictício.

 

O artigo começa com uma descrição do comportamento cultural alem de meio século para trás, sobre a estrutura da família, e a descreve muito bem. Embora hoje sejam outros tempos, a evolução da sociedade mudou muitos conceitos, mas alguns valores são imutáveis. Infelizmente, os argumentos a favor do aborto, fazem coro com uma legião de pessoas, influenciadas pela mídia, particularmente televisiva através de novelas, filmes, pseudo programas culturais; como também em artigos jornalísticos, desconhecendo o verdadeiro significado da vida. A banalização da vida está levando milhões de pessoas a pensarem que a solução para uma gravidez indesejada em qualquer circunstância, se resolve simplesmente pelo ato do aborto.

 

Não se deixa de reconhecer o aspecto dramático, chocante e doloroso, para uma mulher que tenha sido vitima da infâmia de uma violência de estupro, por exemplo.

 

Por outro lado, temos um paradoxo, se sua mãe não a tivesse gerado, em razão de uma gravidez não desejada e a tivesse abortada, realmente seria uma a menos a falar (escrever) a favor do aborto. Esta onda abortista está destruindo a vida sobre nosso planeta.

 

É possível que você nunca perguntou a sua mãe, se a tua concepção foi, na cama, no chão, no carro, porque isto não lhe interessa. Melhor, a ninguém interessa este detalhe. Por quê? Porque temos o dom gratuito da vida e isto é um mistério. Nós não temos soberania sobre ela. Esta falácia de que a mulher é dona de seu corpo é uma verdade relativa, mas jamais será dona da vida daquele preso ao seu útero. São duas coisas bem diferentes. Creio que você nunca parou para pensar sobre este mistério. Você bem deve saber que os gametas masculino e feminino isoladamente, não sobrevivem. Mas a sublime união destes dois entes biológicos faz com que no processo da fecundação, venha surgir algo espantoso, inexplicável, a VIDA. Mas Alguém (para nós cristãos: Deus) a fez palpitar (multiplicar as células), que hoje você é, que está aí vivinha, cheia de luz, de vida, e que não quer desistir dela de jeito algum. Por quê a qualquer dorzinha, corre a um médico ou a farmácia para encontrar o primeiro remédio que lhe cure?

 

Tenho certeza que se sua mãe lhe contasse que foi vitima de uma violência sexual, mesmo com todo efeito emocional dramático, você jamais se renunciaria tomando veneno, e se suicidaria por este fato, mesmo que tenha sido por estupro!

 

Mas sua manifestação pública e calorosa a favor do aborto, é a prova irrefutável, mesmo contraditória, de seu entusiasmo pela vida. Agora você quer “apagar” antecipadamente, o sorriso e a alegria inocente das crianças, felizes nas praças, nas escolas, nas famílias, por um evento que não lhes diz respeito!

 

Agradeça sua mãe, (de joelhos) por não ter feito esta loucura, por qualquer outra razão, mesmo banal. Felizmente ela não foi egoísta, merece a benção de Deus. Não tenho condição de avaliar pelo lado moral, se o suicídio ou infanticídio (que você  prega) qual é o mais odioso. O primeiro é sobre si mesmo, que pode ser por pressão insuportável de uma sociedade massificante e egoísta. Mas o segundo é sugerir a matança (literalmente) de seres em promessa para a vida, sem culpa alguma por existir!  Pense!

 

Você se lembra de algum fato anterior ao seu momento de luz quando entrou neste mundo tão belo, cheio de cores, de flores, de pássaros?  Claro, ninguém se lembra, porque antes era o NADA. E do nada para o EXISTIR é um passo infinitamente incompreensível. Nosso existir alem de um privilégio é um mistério.

 

Talvez você já conheça esta história ocorrida há duzentos anos. Uma mãe teve diversas gravidezes problemáticas onde somente algumas vingaram. Na sua última, os médicos diante de seu histórico, sugeriram que ela abortasse. Ela, pelas suas convicções cristãs assumiu o risco. Deus a brindou com o maior gênio da música de todos os tempos: Ludwig van Beethoven.

 

Se as mulheres, e também os homens, continuarem a pensar desta maneira egoísta sobre o aborto, será o fim da família e o fim da família é o fim da sociedade. Será a extinção da espécie humana. Pense nisso!

 

 

Sergio Sebold – Economista Independente e Professor


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8997832)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?32.29
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns18.04
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação15.04
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.48
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?13.02
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino11.94
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.45
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.03
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas11.02
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?9.93
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.97
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.96
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.81
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.65
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes7.54
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria7.53
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes7.52
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo7.25
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?7.19
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?6.97
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová6.97
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista6.82
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos6.66
PeR  Ciência e Fé  0558 Coma Reversível e Coma Irreversível6.43
Aguarda Aquele que paira acima dos eventos mesquinhos, o Atemporal, o Invisível, que por nossa causa se fez visível, o Impalpável, o Impassível, que por nós se fez passível. (A S. Policarpo 3, 2).
Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

Católicos Online