Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Pregações: Homilias - Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor - por Padre Paulo Ricardo

Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor

Com a multidão Jesus entra na cidade sendo aclamado. Na solidão Jesus sai da cidade sendo caluniado. Crer em Jesus e glorificá-lo é estar prontos para segui-lo em sua solidão e padecer calúnias por amor ao seu nome.

“Por isso também Jesus sofreu do lado de fora da porta, para, com seu sangue, santificar o povo. Vamos, portanto, sair ao seu encontro, fora do acampamento, carregando a sua humilhação. Porque não temos aqui cidade permanente, mas estamos à procura da que está para vir. Por meio de Jesus, ofereçamos a Deus um perene sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que celebram o seu nome” (Heb 13, 12-15).

O domingo de ramos é marcado por dois evangelhos bem distintos e de características contraditórias.
No primeiro, Jesus é aclamado ao entrar em Jerusalém. No segundo, o evangelho da paixão, Jesus está na solidão, pois os discípulos vão abandonando Jesus e Ele é amaldiçoado.

No Horto das Oliveiras Jesus está angustiado e pede a Pedro, Tiago e João, "minha alma está triste até a morte" ... "ficai aqui, vigiai e orai". Mas eles não são capazes... Jesus pergunta a Pedro: "estás dormindo?".
Enquanto os amigos de Jesus dormem, Judas está bem acordado. Ao ser preso por Judas, todos O abandonam e fugem.
O verbo que são Marcos usa aqui, "abandonar", foi usado por S. Marcos no início do evangelho, quando os discípulos "deixam" tudo para seguir a Jesus. Agora ocorre o contrário, todos "deixam" Jesus.
Pedro tem dificuldades de compreender porque Jesus tinha que passar por toda aquela angústia e por tanto sofrimento, assim como nós também temos.

Pedro nega Jesus três vezes. Chega a maldizer e a jurar que não conhecia Jesus! E nesse instante o galo cantou e Pedro caiu em si e começou a chorar.
A solidão de Jesus é tremenda até ao clímax do grito: "meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"
Jesus é expulso da cidade santa, entre escárnios e zombarias. É o oposto do domingo anterior, de Ramos.

Como entender essa contradição?

Vejamos Hb, 5,12-13. Jesus sofre do lado de fora da cidade, jogado fora. E diz que nós também devemos sair ao seu encontro, carregando a sua humilhação. Nós somos chamados a imitar Jesus, na calúnia, na solidão, para "fora da cidade" e na ruptura com o mundo.
Temos a ilusão que se amarmos a todos, o mundo nos aceitará com palmas de louvor. Ilusão. Jesus trouxe o amor ao mundo e foi crucificado por este. Com quem o seguir, acontecerá o mesmo.
Qual o problema do homem? Procurar o glória do mundo, transformando os dons de Deus em ídolos!
Não devemos esperar nada deste mundo. Os que clamam 'hosana' são aqueles que creem.
Jesus, silenciosamente, aceita as acusações feitas contra Ele pois sabia que não ia adiantar nada ficar se defendendo diante de Pilatos. E Pilatos ficou admirado diante do silêncio de Jesus, como ovelha muda indo ao matadouro.
Não se pagam maledicência e calúnias na mesma moeda.

Que a semana santa seja realmente uma semana SANTA. Esteja pronto para dar glórias a Deus, mas também para romper com o mundo e assim passar pelas águas da morte e chegar à terra prometida.

Fonte: site Christo Nihil Praeponere

Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 7986228)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?29.66
Vídeos  Mundo Atual  4128 A 'Humanae Vitae' e a apostasia dos cristãos21.79
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.33
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?11.86
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.17
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.62
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo10.33
Diversos  Prática Cristã  4123 Sete coisas que eu aprendi com a pornografia10.23
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas9.97
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo9.36
Diversos  Igreja  4111 9 coisas que afastam as pessoas da Igreja8.72
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.45
Diversos  Apologética  4109 A virgindade perpétua de Maria na Bíblia8.12
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista8.05
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.94
Vídeos  Prática Cristã  4127 Como controlar a irritação?7.78
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma7.70
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns7.64
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.63
Diversos  Espiritualidade  4126 Evitar a mente perturbada7.47
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos7.40
Vídeos  História  4117 O nascimento da Igreja Católica7.29
Diversos  Espiritualidade  4121 O Espírito Santo entre nós7.29
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.13
Se a consciência do pecado é a marca dos santos, a falta desta consciência em Jesus, que não obstante possuía uma alma profundamente religiosa, constitui um enigma para quem o observa à luz da mera razão.
Dom Estêvão Bettencourt

Católicos Online