Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

Pregações: Parresía - Do Rock-In-Rio para o Rock - por Padre Paulo Ricardo

(áudio)

Do Rock-In-Rio para o Rock

Padre Paulo Ricardo responde às críticas recebidas após o episódio da semana passada "Rock in Rio e o orgulho dos porcos".

O tema do parresía anterior foi o Rock in Rio e não a música rock.
O assunto foi a cultura neo-pagã que venera não mais o prazer, eros, a vitalidade, mas a morte, a destruição. O fato inegável é que ao redor do Rock In Rio existe essa cultura proposta e servida para nossos jovens como algo de bom e positivo.
Muitos dizem 'eu fui lá, gosto de rock mas não tenho nada a ver com aquela cultura neo-pagã, de morte'...
Ora, como não? Você subsidia, você paga, está dando audiência, dinheiro, para todas essas bandas que promovem esse tipo de cultura, por mais que você diga que não venera essa cultura! Negue na minha cara que essa cultura não esteja promovendo a cultura da morte! Não dá pra mentir que você está brincando com fogo. Não minta pra você mesmo e ouça a voz da sua consciência!
Estou falando de uma cultura da morte que se manifesta em coisas bem específicas. Não estou falando da música, mas de uma cultura.
Façamos uma lista e ver se é possível ser cristão e ir a esses eventos.
Sexo destruidor, pessoas que fazem orgias querendo se contaminar. Não estou dizendo que você faça isso, mas você está na turma.
Drogas...
Veneração do que é tenebroso, feio, disforme. Piercings, tatuagens, mutilações...
Depressão, culto da tristeza.
Tudo o que é revolta e desordem. Por exemplo, o culto do sexo gay como se isso fosse a vontade de Deus! Os beijos gays no palco do Rock in Rio... aquilo é o quê?
Se você não faz parte dessa cultura, o que foi fazer lá então? Alimentar os peixes?

Há quem diga praticar o rock-cristão, colocando letras cristãs na música rock.
Porém, as pessoas que cultuam o rock-cristão na verdade só estão se preocupando em agradar o mundo, um cristão que não quer desagradar os sentimentos do mundo...
Ora, se você se veste de metaleiro, defendendo essa cultura da morte para que Jesus seja mais aceitável... esse não é Jesus, você acaba de criar um ídolo! Agindo assim você estará apenas alimentando os peixes.

Falemos agora da música rock...
Primeiro temos que tirar da cabeça essa idéia da ditadura do relativismo cultural... em que toda cultura seria digna de respeito e boa. Isto é falso.
Temos que entender que existe uma ordem e uma harmonia na criação. A verdadeira arte, qualquer arte, deve respeitar a ordem criada por Deus e exercer a criatividade humana dentro dessa ordem e harmonia.
De todas as artes, a música é a que provavelmente mais afeta diretamente a alma. A reação cerebral à música é muito forte e pode ser observada de forma objetiva, científicamente como provam diversos estudos.
O rock afeta as ondas cerebrais de um modo negativo em graus diversos, dependendo do estilo é claro, pois uma coisa é Elvis Presley, outra é Ozzy Osborne.
Puxa, que coisa mais linda ver um cara que entra num palco e morde a cabeça de um morcego! Que coisa mais cristã! Que harmonia e graça... é evidente que aqui estamos entrando na nova cultura da adoração a tudo o que é dark, tenebroso e que conduz ao satanismo. Já o rebolado sensual do Elvis Presley corteja o antigo paganismo, o prazer erótico e sensual. E notemos que Elvis terminou sua vida de forma destrutiva. Será que isso foi por acaso?
Estudos demonstram que bebês e crianças educadas ouvindo música clássica conseguem aprender melhor, se concentrar melhor, ter melhor memória, o QI fica mais alto...o cérebro se desenvolve melhor. Já com as que ouvem rock ocorre o contrário.
Cientistas canadenses fizeram experiências com vacas e as que ouviam rock produziam menos leite enquanto que as que ouviam música clássica produziam muito mais leite.
Você tem certeza de que essa música berrante que você ouve o dia todo não está lhe prejudicando?
A música rock faz parte dessa cultura da morte.
Temos que entender que há algo de errado ao nos revoltarmos contra a criação. Não há um relativismo nas coisas. Há sim coisas relativas, como preferir Mozart a Bach, por exemplo, onde há preferências pessoais relativas dentro de um gênero de música em que há respeito por uma ordem estabelecida. Já o desrespeito às regras de harmonia simplesmenmte para provocar algo de desagradável ao ouvido, promovendo a desordem e o feio o que é? Você está sendo objeto de uma engenharia cultural para desagradar e destruir aquilo que em você é o conceito natural de belo, harmônico, de bom e verdadeiro. Uma vez caindo nesse relativismo, aprendendo a chamar o feio de bonito, o desordenado de harmônico, aí você terá cruzado a fronteira e poderá, daqui a pouco, achar bom em vez da vida a morte, em vez de Deus, Satanás.

As coisas não são tão relativas assim, há verdades objetivas na criação. Temos que ter muito cuidado para não mexer com fogo.
Usar o rock para aproximar as pessoas para a Igreja pode ser o primeiro passo de uma tática interessante, mas há uma segunda fase em que deve-se trazer de volta para a luz essas pessoas que não estão mais respeitando a ordem do criador.

Fonte: site Christo Nihil Praeponere

Católicos Online - Bíblia Católica - Catecismo
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8281463)/DIA
Diversos  Espiritualidade  4131 Dez conselhos na luta contra o demônio36.62
Diversos  Teologia  4132 A existência de Deus33.43
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?30.02
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.43
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.29
Diversos  Apologética  4130 Paulo desprezou Pedro?11.51
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.23
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.19
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino10.80
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.24
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo9.01
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns8.43
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?8.34
Diversos  Mundo Atual  4129 Direto do Inferno7.98
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?7.96
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.92
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.75
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?7.72
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.56
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.32
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos7.31
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.05
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma7.04
Vídeos  Mundo Atual  4128 A 'Humanae Vitae' e a apostasia dos cristãos6.98
Aguarda Aquele que paira acima dos eventos mesquinhos, o Atemporal, o Invisível, que por nossa causa se fez visível, o Impalpável, o Impassível, que por nós se fez passível. (A S. Policarpo 3, 2).
Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

Católicos Online