Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

PERGUNTE E RESPONDEREMOS 520 – outubro 2005

Que significa?

 

SAÚDE REPRODUTIVA (REPRODUCTIVE HEALTH)

 

Em síntese: A expressão "saúde reprodutiva" começa a aparecer em revistas científicas da década de sessenta que tratavam de planejamento familiar. Aos poucos foi assumindo significado amplo, que incluí a pretensa legitimidade do aborto. Nos Congressos de Cúpula realizados no Cairo - 1994, tendo por tema "População e Desenvolvimento", e em Pequim (sobre a Mulher) tornou-se a senha dos adeptos do aborto. Atualmente ela veicula camufladamente a tese pró-aborto. A Igreja tem alertado os fiéis para a ambiguidade de tal vocábulo.

 

A expressão "Saúde reprodutiva (reproductive health)" aparece pela primeira vez na década de 1960 em revistas que tratavam do controle da natalidade. Aos poucos passou a significar os cuidados que a mulher deve tomar para não ser prejudicada por sua atividade sexual, incluindo nesse conjunto o aborto.

 

Assim entendida, a expressão "saúde reprodutiva" foi fortemente enfatizada na Conferência Internacional das Nações Unidas realizada no Cairo de 5 a 13 de setembro de 1994 por delegações de países desejosos de legalizar o aborto onde ainda não fora legalizado. Para desenvolver o tema da Conferência - "População e Desenvolvimento" -, foi elaborado um "Programa de Ação", que repetia freqüentemente os termos "saúde reprodutiva" associados a "direitos reprodutivos, saúde sexual, planejamento familiar". Estas expressões não procuravam apenas garantir o bem-estar da mulher, mas eram ditadas (a quanto parece) por interesses políticos dos países do Primeiro Mundo desejosos de coibir um eventual crescimento de poderio das nações em desenvolvimento.

 

A Santa Sé manifestou-se contrária ao uso de tais expressões de caráter ambíguo. Já aos 18 de março de 1994 o Santo Padre João Paulo II recebeu em audiência particular a Secretária Geral da Conferência, a Sra. Nafis Sadik, a quem propôs que a Santa Sé aprovava e o que rejeitava no esboço do "Programa de Ação". No decorrer da Conferência, a Santa Sé exprimiu sua posição restritiva, sendo nisso acompanhada por nações da África, da Ásia e da América Latina, especialmente por países árabes. O delegado da Santa Sé, Mons. Renato Marino, deu a ver que a Igreja também está interessada na preservação da saúde de homens e mulheres sexualmente ativos, mas propugna o respeito às leis da natureza, que são as leis do Criador. Entre outras observações, a Igreja chama a atenção para o uso do vocábulo "reprodução" em se tratando da transmissão da vida humana; mais adequado seria falar de "procriação", vocábulo este que exprime não somente o "dar à luz", mas também o esforço educacional que caracteriza o papel dos genitores. Com efeito, o ser humano não nasce como o irracional, que se desenvolve por si mesmo, mas vem ao mundo com potencialidades que requerem a colaboração estável de pai e mãe para que se desabrochem autenticamente. Seria para desejar portanto que, ao se tratar da geração do ser humano, se levasse em conta a função do casal após o nascimento da respectiva prole; é preciso educá-la com dignidade.

 

A Igreja tem chamado a atenção dos fiéis para a ambigüidade da nova linguagem, que procura incutir sorrateiramente práticas contrárias à lei de Deus.

 

 

Dom Estêvão Bettencourt (OSB)


Pergunte e Responderemos - Bíblia Católica - Catecismo
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 8821567)/DIA
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?32.18
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação14.95
Diversos  Prática Cristã  3780 Os pecados mortais mais comuns14.65
Aulas  Doutrina  1497 Ser comunista é motivo de excomunhão?13.46
PeR  O Que É?  0516 O Que é a ADHONEP?12.85
PeR  História  0515 O Recenseamento sob César Augusto e Quirino11.79
Diversos  História  4042 R.R. Soares e Edir Macedo11.14
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.04
Diversos  Protestantismo  1652 Desafio aos Evangélicos: 32 Perguntas10.83
Diversos  Prática Cristã  3185 Anticonceptivos são Abortivos?9.49
PeR  História  2571 Via Sacra, qual a origem e o significado?7.97
Diversos  Ética e Moral  2832 Consequências médicas da homossexualidade7.82
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo7.64
PeR  O Que É?  0565 Lei Natural, o que é? Existe mesmo?7.57
PeR  Prática Cristã  1122 As 14 estações da Via Sacra7.54
PeR  Escrituras  2389 O Pai Nosso dos Católicos e dos Protestantes7.26
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista7.05
PeR  Testemunhos  0450 Eu Fui Testemunha de Jeová7.01
PeR  Filosofia  0085 De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos?6.90
Diversos  Apologética  3729 Desmascarando Hernandes Dias Lopes6.86
Diversos  Testemunhos  3465 Ex-pastor conta como fazia para converter católicos6.83
PeR  O Que É?  1372 Eubiose, que é?6.73
Vídeos  Testemunhos  3708 Terra de Maria6.73
PeR  Ciência e Fé  0558 Coma Reversível e Coma Irreversível6.51
'Não errai, irmãos: se qualquer homem seguir àquele que faz um cisma da Igreja, ele não herdará o Reino de Deus. (...) Tende uma só Eucaristia, pois é una a Carne de Nosso Senhor Jesus Cristo, uno o cálice da unidade de Seu Sangue, uno o altar e uno o Bispo com o presbitério e os diáconos'. Epístola de Sto. Inácio de Antioquia aos Filadélfios.
Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

Católicos Online