BÍBLIA CATÓLICA ONLINE

      Dicionário | AVISOS | Reiniciar  ||  Início  ->  Bíblia  


Bíblia Online
   
Livro:
Capítulo:

Pesquisar na Bíblia:

<- no máximo

Publique a bíblia acima
em seu blog ou site!



Pesquisa da bíblia

SAPIENCIAL: Livro da Sabedoria (Sb), capítulo 5 |
1A GLÓRIA DOS JUSTOS E OS ÍMPIOS: CONFRONTO
Então o justo ficará de pé, com grande confiança, na presença dos que o oprimiram e desprezaram seus sofrimentos.
2Vendo-o, estes serão tomados de terrível pavor, espantados de ver sua salvação inesperada.
3E dirão entre si, arrependidos, entre gemidos, com o espírito angustiado:
4“Este é aquele de quem outrora zombávamos, a quem cobríamos de insultos. Nós, insensatos, consideramos a sua vida uma loucura e sua morte, uma desonra.
5Como, então, agora ele é contado entre os filhos de Deus. e compartilha a sorte dos santos?
6Portanto, nós nos desviamos do caminho da verdade, a luz da justiça não brilhou sobre nós e o sol para nós não nasceu;
7ficamos enredados nos meandros da iniqüidade e da perdição, atravessamos desertos intransitáveis e ignoramos o caminho do Senhor!
8Que proveito nos trouxe o orgulho? Que vantagem nos trouxe a riqueza, unida à arrogância?
9Tudo isso passou como uma sombra, como notícia que corre veloz,
10como um navio que corta as ondas agitadas sem deixar rastro de sua passagem, nem o sulco de sua quilha pelas ondas.
11Ou como o pássaro que voa pelos ares sem deixar sinais do seu percurso: a leveza do ar é açoitada pelas asas barulhentas e rasgada com força impetuosa, enquanto ele abre caminho, com o bater das mesmas asas, sem que se encontre sinal algum de sua rota.
12Ou como a flecha disparada contra o alvo: o ar fendido logo reflui sobre si mesmo, não se sabendo mais por onde ela passou.
13Assim também nós, mal nascemos, já desaparecemos, sem conseguirmos mostrar qualquer traço de virtude, e na malícia nos deixamos consumir”.
14De fato, a esperança do ímpio é como penugem levada pelo vento, como espuma frágil que a tempestade espalha; ela se dissipa como fumaça ao vento, apaga-se como a lembrança do hóspede de um dia!
15A GLÓRIA DOS JUSTOS E A DESTRUIÇÃO DA TERRA
Os justos, ao contrário, viverão eternamente: no Senhor está sua recompensa e por eles vela o Altíssimo.
16Por isso receberão uma coroa de honra, um diadema formoso da mão do Senhor, porque a mão de Deus os protegerá e seu braço os defenderá.
17Ele tomará como armadura o seu santo zelo e armará a criação para a vingança contra os inimigos:
18revestirá, como couraça, a justiça e usará, como capacete, seu juízo imparcial.
19Empunhará, como escudo inexpugnável, a santidade;
20afiará, como lança, a sua ira inflexível, e o mundo inteiro combaterá, com ele, contra os insensatos.
21Irão certeiras as rajadas de raios e, como de um arco bem retesado, das nuvens atingirão o alvo;
22como de uma catapulta acionada pela ira divina, se arremessarão granizos cheios de ira; ferverá contra eles a água do mar e os rios transbordarão com fúria.
23Contra eles se levantará um vento impetuoso e como um redemoinho os dispersará. A iniqüidade reduzirá a deserto toda a terra, e a malícia derrubará os tronos dos poderosos.

PESQUISAR
 


Bíblia Católica Online