BÍBLIA CATÓLICA ONLINE

      Dicionário | AVISOS | Reiniciar  ||  Início  ->  Bíblia  


Bíblia Online
   
Livro:
Capítulo:

Pesquisar na Bíblia:

<- no máximo

Publique a bíblia acima
em seu blog ou site!



Pesquisa da bíblia

EVANGELHOS: Evangelho segundo São João (Jo), capítulo 8 |
12JESUS, LUZ DO MUNDO
Jesus falou ainda: “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não caminha nas trevas, mas terá a luz da vida”.
13Os fariseus então disseram: “O teu testemunho não é verdadeiro, porque dás testemunho de ti mesmo”.
14Jesus respondeu: “Embora eu dê testemunho de mim mesmo, o meu testemunho é verdadeiro, porque eu sei de onde venho e para onde vou. Mas vós não sabeis de onde venho, nem para onde eu vou.
15Vós julgais segundo a carne; eu não julgo ninguém,
16e se eu julgo, o meu julgamento é verdadeiro, porque eu não estou só, mas o Pai que me enviou está comigo.
17Na vossa Lei está escrito que o testemunho de duas pessoas é verdadeiro.
18Ora, eu dou testemunho de mim mesmo, e também o Pai, que me enviou, dá testemunho de mim”.
19Eles, então, perguntaram: “Onde está o teu Pai?” Jesus respondeu: “Vós não conheceis nem a mim, nem a meu Pai. Se me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai”.
20Ele falou essas coisas enquanto ensinava no templo, junto à sala do tesouro. Ninguém o prendeu, porque sua hora ainda não tinha chegado.
21ORIGEM E DESTINO DE JESUS
De novo, Jesus lhes disse: “Eu me vou, e vós me procurareis; mas morrereis no vosso pecado. Para onde eu vou, vós não podeis ir”.
22Os judeus, então, comentavam: “Acaso ele irá se matar? Pois ele diz: ‘Para onde eu vou, vós não podeis ir’”.
23Ele continuou a falar: “Vós sois daqui de baixo; eu sou do alto. Vós sois deste mundo; eu não sou deste mundo.
24Eu vos disse que morrereis nos vossos pecados. De fato, se não acreditais que ‘eu sou’, morrereis nos vossos pecados”.
25Eles lhe perguntaram: “Quem és tu, então? Jesus respondeu: “De início, isto mesmo que vos estou falando.
26Tenho muitas coisas a dizer a vosso respeito, e a julgar também. Mas, aquele que me enviou é verdadeiro, e o que ouvi dele é o que eu falo ao mundo”.
27Eles, porém, não compreenderam que estava lhes falando do Pai.
28Por isso, Jesus continuou: “Quando tiverdes elevado o Filho do Homem, então sabereis que ‘eu sou’, e que nada faço por mim mesmo, mas falo apenas aquilo que o Pai me ensinou.
29Aquele que me enviou está comigo. Ele não me deixou sozinho, porque eu sempre faço o que é do seu agrado”.
30Como falasse estas coisas, muitos passaram a crer nele.
31A VERDADE LIBERTA
Jesus, então, disse aos judeus que acreditaram nele: “Se permanecerdes em minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos,
32e conhecereis a verdade, e a verdade vos tornará livres”.
33Eles responderam: “Nós somos descendentes de Abraão e nunca fomos escravos de ninguém. Como podes dizer: ‘Vós vos tornareis livres’?”
34Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade, vos digo: todo aquele que comete o pecado é escravo do pecado.
35O escravo não permanece para sempre na casa, o filho nela permanece para sempre.
36Se, pois, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres.
37Bem sei que sois descendentes de Abraão. No entanto, procurais matar-me, porque minha palavra não encontra espaço em vós.
38Eu falo do que vi junto do Pai; e vós fazeis o que ouvistes do vosso pai”.
39OS VERDADEIROS FILHOS DE ABRAÃO
Eles responderam: “Nosso pai é Abraão”. Jesus, então, lhes disse: “Se fôsseis filhos de Abraão, praticaríeis as obras de Abraão!
40Agora, no entanto, procurais matar-me, porque vos falei a verdade que ouvi de Deus. Isto Abraão não fez.
41Vós fazeis as obras do vosso pai”. Eles disseram então a Jesus: “Nós não nascemos da prostituição. Só temos um pai: Deus”.
42Jesus respondeu: “Se Deus fosse vosso pai, certamente me amaríeis, pois é da parte de Deus que eu saí e vim. Eu não vim por conta própria; foi ele quem me enviou.
43Por que não entendeis o que eu falo? É porque não sois capazes de escutar a minha palavra.
44O vosso pai é o diabo, e quereis cumprir o desejo do vosso pai. Ele era assassino desde o começo e não se manteve na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele fala mentira, fala o que é próprio dele, pois ele é mentiroso e pai da mentira.
45Em mim, pelo contrário, não acreditais, porque falo a verdade.
46Quem de vós pode acusar-me de pecado? Se eu digo a verdade, por que não acreditais em mim?
47Quem é de Deus escuta a Palavra de Deus. Vós não escutais, porque não sois de Deus”.
48JESUS E ABRAÃO
Os judeus responderam: “Não temos razão em dizer que és um samaritano e que tens um demônio?”
49Jesus respondeu: “Eu não tenho demônio. Eu honro meu pai, mas vós me desonrais.
50Eu não procuro a minha glória. Existe Aquele que a procura e que também julga.
51Em verdade, em verdade, vos digo: se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte”.
52Os judeus então disseram: “Agora estamos certos de que tens um demônio. Abraão morreu, e os profetas também, e tu dizes: ‘Se alguém guardar a minha palavra, jamais provará a morte’.
53Porventura és maior do que nosso pai Abraão, que morreu? E também os profetas morreram. Quem tens a pretensão de ser?”
54Jesus respondeu: “Se eu me glorificasse a mim mesmo, minha glória não valeria nada. Meu Pai é quem me glorifica, aquele que dizeis ser vosso Deus.
55No entanto, vós não o conheceis. Mas eu o conheço; e se dissesse que não o conheço, eu seria um mentiroso como vós. Mas eu o conheço e guardo a sua palavra.
56Vosso pai Abraão exultou por ver o meu dia. Ele viu e se alegrou”.
57Os judeus disseram-lhe então: “Ainda não tens cinqüenta anos, e viste Abraão?!”
58Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade, vos digo: antes que Abraão existisse, eu sou”.
59Então, pegaram pedras para o apedrejar; mas Jesus escondeu-se e saiu do templo.

PESQUISAR
 


Bíblia Católica Online