BÍBLIA CATÓLICA ONLINE

      Dicionário | AVISOS | Reiniciar  ||  Início  ->  Bíblia  


Bíblia Online
   
Livro:
Capítulo:

Pesquisar na Bíblia:

<- no máximo

Publique a bíblia acima
em seu blog ou site!



Pesquisa da bíblia

EPÍSTOLAS DE SÃO PAULO: Primeira Epístola aos Coríntios (1Cor), capítulo 9 |
1O EXEMPLO DA “LIBERDADE” DE PAULO
Acaso não sou livre? Não sou apóstolo? Não vi Jesus, nosso Senhor? E não sois vós a minha obra no Senhor?
2Se para os outros eu não sou apóstolo, para vós certamente sou. Aliás, vós sois, no Senhor, a autenticação do meu apostolado.
3A minha defesa diante dos que me questionam é a seguinte:
4Não temos o direito de comer e de beber?
5Não temos o direito de levar conosco uma irmã em Cristo, como fazem os outros apóstolos e os irmãos do Senhor e Cefas?
6Ou só eu e Barnabé não temos o direito de não trabalhar?
7Quem vai participar de uma campanha militar às próprias custas? Quem planta uma vinha e não come do seu fruto? Ou quem apascenta um rebanho e não bebe do leite do rebanho?
8Será que eu digo isso só do ponto de vista humano, ou baseado também naquilo que diz a Lei?
9Com efeito, está escrito na Lei de Moisés: “Não porás mordaça no boi que está debulhando”. Ora, será que Deus está preocupado com os bois,
10ou estará falando de nós em geral? De fato, é em referência a nós que isso foi escrito. Quem lavra a terra, lavra sempre na esperançada colheita; e quem debulha, debulha também na esperança de ter a sua parte.
11Se semeamos em vós os bens espirituais, será demasiado que colhamos dos vossos bens materiais?
12Se outros gozam desse direito em relação a vós, por que não nós, com maior razão? No entanto, não fizemos uso desse direito e suportamos tudo, para não criarmos nenhum obstáculo ao Evangelho de Cristo.
13Acaso ignorais que os que servem ao culto são alimentados pelo culto? E que os que servem ao altar participam do que é oferecido sobre o altar?
14Assim também o Senhor estabeleceu para os que pregam o evangelho, que vivam do evangelho.
15Eu, porém, não tenho usado de nenhum destes direitos. E não vos escrevo estas coisas para os reclamar. Antes morrer do que... – esse meu título de glória ninguém me tirará!
16Pois, anunciar o evangelho não é para mim motivo de glória. É antes uma necessidade que se me impõe. Ai de mim, se eu não anunciar o evangelho!
17Se eu o fizesse por iniciativa minha, teria direito a uma recompensa. Mas se o faço por imposição, trata-se de uma incumbência a mim confiada.
18Então, qual é a minha recompensa? Ela está no fato de eu anunciar o evangelho gratuitamente, sem fazer uso do direito que o evangelho me confere.
19Assim, livre em relação a todos, eu me tornei escravo de todos, a fim de ganhar o maior número possível.
20Com os judeus, me fiz judeu, para ganhar os judeus. Com os súditos da Lei, me fiz súdito da Lei – embora não fosse mais súdito da Lei –, para ganhar os súditos da Lei.
21Com os sem-lei, me fiz um sem- lei – eu que não era sem a lei de Deus, já que estava na lei de Cristo –, para ganhar os sem-lei.
22Com os fracos me fiz fraco, para ganhar os fracos. Para todos eu me fiz tudo, para certamente salvar alguns.
23Por causa do evangelho eu faço tudo, para dele me tornar participante.
24O EXEMPLO DO ATLETA
Acaso não sabeis que, no estádio, todos correm, mas um só ganha o prêmio? Correi de tal maneira que conquisteis o prêmio.
25Todo atleta se impõe todo tipo de disciplina. Eles assim procedem, para conseguirem uma coroa corruptível. Quanto a nós, buscamos uma coroa incorruptível!
26Por isso, eu corro, não como às tontas. Eu luto, não como quem golpeia o ar.
27Trato duramente o meu corpo e o subjugo, para não acontecer que, depois de ter proclamado a mensagem aos outros, eu mesmo seja reprovado.

PESQUISAR
 


Bíblia Católica Online