BÍBLIA CATÓLICA ONLINE

      Dicionário | AVISOS | Reiniciar  ||  Início  ->  Bíblia  


Bíblia Online
   
Livro:
Capítulo:

Pesquisar na Bíblia:

<- no máximo

Publique a bíblia acima
em seu blog ou site!



Pesquisa da bíblia

EPÍSTOLAS DE SÃO PAULO: Epístola de São Paulo aos Romanos (Rm), capítulo 3 |
1TODOS SÃO CULPÁVEIS DIANTE DE DEUS
Então, qual a superioridade do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão?
2Grande, e sob todos os pontos de vista. Primeiro, porque a eles, os judeus, é que foram confiados os oráculos de Deus.
3Que importa, se alguns não creram? Acaso a incredulidade deles vai anular a fidelidade de Deus?
4De modo algum. Seja Deus reconhecido veraz, e todo ser humano, mentiroso, como está escrito: “De modo que sejas reconhecido justo nas tuas palavras e saias vitorioso, quando fores julgado”.
5Mas, se nossa injustiça realça a justiça de Deus, que diremos? Que Deus é injusto, quando em sua ira nos fere? (Estou falando em termos humanos.)
6De modo algum. Do contrário, como Deus iria julgar o mundo?
7No entanto, se, por minha falsidade, a veracidade de Deus sobressaiu para a sua glória, por que seria eu ainda condenado como pecador?
8E então, por que não faríamos o mal, para que daí resulte o bem, como alguns caluniosamente afirmam que nós dizemos? (Esses merecem a condenação!)
9Que diremos pois? Será que nós, judeus, levamos alguma vantagem? De modo algum! De fato, já denunciamos que todos, judeus e gregos, estão sob o domínio do pecado,
10como está escrito: “Não há justo, nem mesmo um só;
11não há quem seja sensato, não há quem busque a Deus.
12Todos se desviaram, degeneraram todos juntos. Não há ninguém que faça o bem, nem mesmo um só.
13Um sepulcro aberto, sua garganta, suas línguas sempre a enganar; sob seus lábios, veneno de víbora;
14sua boca é cheia de imprecações e amargor;
15velozes são seus pés para derramar sangue,
16seus caminhos são cobertos de ruína e desgraça;
17desconheceram o caminho da paz;
18diante de seus olhos não existe temor de Deus”.
19Ora, sabemos que tudo quanto diz a Lei, ela o diz para os que a ela estão sujeitos. Assim, toda boca se cala e todo o mundo se reconhece culpável diante de Deus,
20porquanto ninguém será justificado diante dele pela prática da Lei. Pois a Lei dá apenas o conhecimento do pecado.
21A JUSTIFICAÇÃO DE JUDEUS E PAGÃOS PELA GRAÇA
Agora, sem depender da Lei, a justiça de Deus se manifestou, atestada pela Lei e pelos Profetas,
22justiça de Deus que se realiza mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que crêem; pois não há diferença:
23todos pecaram e estão privados da glória de Deus.
24E só podem ser justificados gratuitamente, pela graça de Deus, em virtude da redenção no Cristo Jesus.
25É ele que Deus destinou a ser, por seu próprio sangue, instrumento de expiação mediante a fé. Assim, Deus demonstrou sua justiça, deixando sem castigo os pecados cometidos outrora,
26no tempo de sua tolerância. Assim também, ele demonstra sua justiça, no tempo presente, a fim de ser justo, e tornar justo todo aquele que se firma na fé em Jesus.
27Onde fica então o orgulho? Fica excluído. Por qual lei? Pela lei das obras? Não, mas sim pela lei da fé.
28Pois julgamos que a pessoa é justificada pela fé, sem a prática da Lei.
29Acaso Deus é só dos judeus? Não é também Deus dos pagãos? Sim, é também Deus dos pagãos.
30De fato, Deus é um só: ele justificará os circuncisos em virtude da fé, e os incircuncisos, mediante a fé.
31Então, pela fé anulamos a Lei? De modo algum. Pelo contrário, a confirmamos.

PESQUISAR
 


Bíblia Católica Online