BÍBLIA CATÓLICA ONLINE

      Dicionário | AVISOS | Reiniciar  ||  Início  ->  Bíblia  


Bíblia Online
   
Livro:
Capítulo:

Pesquisar na Bíblia:

<- no máximo

Publique a bíblia acima
em seu blog ou site!



Pesquisa da bíblia

EVANGELHOS: Evangelho segundo São Marcos (Mc), capítulo 15 |
1O PROCESSO PERANTE PILATOS E A SOLTURA DE BARRABÁS
Logo de manhã, os sumos sacerdotes, com os anciãos, os escribas e o sinédrio inteiro, reuniram-se para deliberar. Depois, amarraram Jesus, levaram-no e o entregaram a Pilatos.
2Pilatos interrogou-o: “Tu és o Rei dos Judeus?” Jesus respondeu: “Tu o dizes”.
3Os sumos sacerdotes faziam muitas acusações contra ele.
4Pilatos perguntou de novo: “Não respondes nada? Olha de quanta coisa te acusam!”
5Jesus, porém, não respondeu nada, de modo que Pilatos ficou admirado.
6Por ocasião da festa, Pilatos costumava soltar um preso que eles mesmos pedissem.
7Havia ali o chamado Barrabás, preso com amotinados que, numa rebelião, cometeram um homicídio.
8A multidão chegou e pediu que Pilatos fizesse como de costume.
9Pilatos respondeu-lhes: “Quereis que eu vos solte o Rei dos Judeus?”
10Ele sabia que os sumos sacerdotes o tinham entregue por inveja.
11Os sumos sacerdotes instigaram a multidão para que, de preferência, lhes soltasse Barrabás.
12Pilatos tornou a perguntar: “Que quereis que eu faça, então, com o Rei dos Judeus?”
13Eles gritaram: “Crucifica-o!”
14Pilatos lhes disse: “Que mal fez ele?” Eles, porém, gritaram com mais força: “Crucifica-o!”
15Pilatos, querendo satisfazer a multidão, soltou Barrabás, mandou açoitar Jesus e entregou-o para ser crucificado.
16O ESCÁRNIO
Os soldados levaram Jesus para dentro do pátio do pretório e chamaram todo o batalhão.
17Vestiram Jesus com um manto de púrpura e puseram nele uma coroa trançada de espinhos.
18E começaram a saudá-lo: “Salve, rei dos judeus!”
19Batiam na sua cabeça com uma vara, cuspiam nele e, dobrando os joelhos, se prostravam diante dele.
20Depois de zombarem dele, tiraram-lhe o manto de púrpura e o vestiram com suas próprias roupas. Então o levaram para crucificá-lo.
21A CRUCIFIXÃO
Os soldados obrigaram alguém que lá passava voltando do campo, Simão de Cirene, pai de Alexandre e de Rufo, a carregar a cruz.
22Levaram Jesus para o lugar chamado Gólgota (que quer dizer Calvário).
23Deram-lhe vinho misturado com mirra, mas ele não tomou.
24Eles o crucificaram e repartiram as suas vestes, tirando sorte sobre elas, para ver que parte caberia a cada um.
25Eram nove horas da manhã quando o crucificaram.
26O letreiro com o motivo da condenação dizia: “O Rei dos Judeus”!
27Com ele crucificaram dois ladrões, um à direita e outro à esquerda.
28Cumprindo-se assim a passagem da Escritura que diz: Ele foi contado entre os malfeitores (Isaías).
29Os que passavam por ali o insultavam, balançando a cabeça e dizendo: “Ah! Tu que destróis o templo e o reconstróis em três dias,
30salva-te a ti mesmo, descendo da cruz”.
31Do mesmo modo, também os sumos sacerdotes zombavam dele entre si e, com os escribas, diziam: “A outros salvou, a si mesmo não pode salvar.
32O Messias, o rei de Israel desça agora da cruz, para que vejamos e acreditemos!” Os que foram crucificados com ele também o insultavam.
33A MORTE DE JESUS
Quando chegou o meio-dia, uma escuridão cobriu toda a terra até às três horas da tarde.
34Às três da tarde, Jesus gritou com voz forte: “Eloí, Eloí, lemá sabactâni? – que quer dizer “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?”
35Alguns dos que estavam ali perto, ouvindo-o, disseram: “Vede, ele está chamando por Elias!”
36Alguém correu e ensopou uma esponja com vinagre, colocou-a na ponta de uma vara e lhe deu de beber, dizendo: “Deixai! Vejamos se Elias vem tirá-lo da cruz.
37Então Jesus deu um forte grito e expirou.
38Nesse mesmo instante, o véu do Santuário rasgou-se de alto a baixo, em duas partes.
39Quando o centurião, que estava em frente dele, viu que Jesus assim tinha expirado, disse: “Na verdade, este homem era Filho de Deus!”
40Estavam ali também algumas mulheres olhando de longe; entre elas Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago Menor e de Joset, e Salomé.
41Quando ele estava na Galiléia, estas o seguiam e lhe prestavam serviços. Estavam ali também muitas outras mulheres que com ele tinham subido a Jerusalém.
42A SEPULTURA
Já caíra a tarde, e era o dia de preparação (isto é, a véspera do sábado).
43Por isso, José de Arimatéia, membro respeitável do sinédrio, que também esperava o Reino de Deus, cheio de coragem foi a Pilatos pedir o corpo de Jesus.
44Pilatos ficou admirado quando soube que Jesus estava morto. Chamou o centurião e perguntou se tinha morrido havia muito tempo.
45Informado pelo centurião, Pilatos entregou o corpo a José.
46José comprou um lençol de linho, desceu Jesus da cruz, envolveu-o no lençol e colocou-o num túmulo escavado na rocha; depois, rolou uma pedra na entrada do túmulo.
47Maria Madalena e Maria, mãe de Joset, observavam onde ele era colocado.

PESQUISAR
 


Bíblia Católica Online