BÍBLIA CATÓLICA ONLINE

      Dicionário | AVISOS | Reiniciar  ||  Início  ->  Bíblia  


Bíblia Online
   
Livro:
Capítulo:

Pesquisar na Bíblia:

<- no máximo

Publique a bíblia acima
em seu blog ou site!



Pesquisa da bíblia

PENTATEUCO: Livro do Levítico (Lv), capítulo 7 |
1OS SACRIFÍCIOS DE REPARAÇÃO
“Esta é a lei do sacrifício de reparação. É coisa santíssima.
2No lugar onde se mata a vítima do holocausto, será morta a vítima do sacrifício de reparação; o sangue será derramado em torno do altar.
3Será oferecida toda a gordura da vítima: a cauda, a gordura que envolve as vísceras,
4os dois rins com a gordura que os cobre na região lombar e a camada de gordura do fígado, que será separada com os rins.
5O sacerdote queimará tudo no altar, como oferta queimada para o Senhor. Trata-se de um sacrifício de reparação.
6Dele poderá comer, em lugar santo, toda pessoa do sexo masculino entre os sacerdotes. É coisa santíssima.
7Vale a mesma lei tanto para o sacrifício expiatório como para o sacrifício de reparação: a vítima pertence ao sacerdote que faz a expiação.
8O sacerdote que da parte de alguém oferece o holocausto, ficará com a pele da vítima oferecida.
9Toda oblação assada ao forno ou preparada em panela ou chapa pertence ao sacerdote que a oferece.
10Toda oferenda amassada com azeite ou seca será para todos os descendentes de Aarão, sem distinção.
11O SACRIFÍCIO DE COMUNHÃO
“Esta é a lei do sacrifício de comunhão que se oferece ao Senhor.
12Se for oferecido em ação de graças, além da vítima de ação de graças, serão oferecidos pães sem fermento amassados com azeite, bolinhos sem fermento untados de azeite e farinha fina embebida em azeite.
13Além desses, com o sacrifício de comunhão de ação de graças, será oferecido pão fermentado.
14Uma parte de cada uma destas oferendas será oferecida como tributo ao Senhor e pertencerá ao sacerdote que derramou o sangue da vítima do sacrifício de comunhão.
15A carne da vítima será comida no próprio dia em que for oferecida; dela nada se deverá deixar para o dia seguinte.
16Se a oferta do sacrifício for em cumprimento de um voto, ou for espontânea, será comida no dia em que for oferecida. O que sobrar poderá ser comido no dia seguinte.
17Mas o que sobrar da carne do sacrifício para o terceiro dia deverá ser queimado.
18Se alguém ao terceiro dia comer do sacrifício de comunhão, o oferente não será aceito, nem lhe será levado em conta o que ofereceu. É carne infecta, e a pessoa que dela comer carregará o peso da sua culpa.
19A carne que tiver tocado qualquer coisa impura não deverá ser comida, será queimada. Mas da outra carne poderá comer quem estiver puro.
20Mas quem em estado impuro comer carne do sacrifício de comunhão, oferecido ao Senhor, será eliminado do seu povo.
21Quem tocar qualquer coisa impura, imundície humana ou de animal, ou qualquer outra imundície abominável, e comer carne do sacrifício de comunhão, que pertence ao Senhor, será eliminado do seu povo”.
22PROIBIÇÃO DE GORDURA E SANGUE
O Senhor falou a Moisés:
23“Dize aos israelitas: Não comereis gordura alguma de boi, ovelha ou cabra.
24Da gordura de um animal morto ou estraçalhado podereis servir-vos para qualquer outro uso, mas de maneira alguma a comereis.
25Pois todo aquele que comer gordura de animal oferecida ao Senhor para ser consumada pelo fogo, será eliminado do povo.
26Não comereis sangue algum, nem de ave, nem de animal, em nenhuma de vossas moradias.
27Aquele que comer qualquer espécie de sangue será eliminado do povo”. As partes destinadas aos sacerdotes
28O Senhor falou a Moisés:
29“Fala aos israelitas: Aquele que oferecer ao Senhor um sacrifício de comunhão levará ao Senhor a oferta tirada do sacrifício de comunhão.
30Levará com as próprias mãos a oferta ao Senhor a ser consumada pelo fogo: levará a gordura, além do peito a ser oferecido com um gesto diante do Senhor.
31O sacerdote queimará a gordura no altar, e o peito ficará para Aarão e seus filhos.
32Dareis também ao sacerdote a coxa direita, como tributo de vossos sacrifícios de comunhão.
33O sacerdote aaronita que oferecer o sangue do sacrifício de comunhão e a gordura terá a coxa direita como parte.
34Pois dos sacrifícios de comunhão dos israelitas reservei para mim o peito, oferecido com um gesto, e a coxa do tributo, e dei-os a Aarão e a seus filhos, como lei perpétua a ser observada pelos israelitas.
35Essa é a parte de Aarão e de seus filhos nos sacrifícios consumadas pelo fogo para o Senhor, desde o dia em que foram promovidos a exercer o sacrifício diante do Senhor.
36Foi o que o Senhor lhes mandou dar da parte dos israelitas, desde o dia da unção, como lei perpétua para todas as gerações”.
37É essa a lei para o holocausto, a oblação, o sacrifício pelo pecado, o sacrifício de reparação, o sacrifício da investidura e o sacrifício de comunhão.
38Foi o que o Senhor ordenou a Moisés no monte Sinai, no dia em que mandou os israelitas oferecerem oblações ao Senhor no deserto do Sinai.

PESQUISAR
 


Bíblia Católica Online