...



Ajude-nos a divulgar o site.






Sua opinião é importante!


    Pesquisa por livro | Reiniciar    ||  Início  ->  Índice Analítico e Dicionário Bíblico
A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - X - Z
Pesquisa exata ou aproximada
 
PAARAI
hebraico, rouquidão - 2Sm 23,35;
PAATE
hebraico, governador - Esd 2,6;
PAATE-MOABE
hebraico, governador de Moabe – Esd 2,6;
PACIÊNCIA
A paciência de Deus é um aspecto do seu amor ( Ex 34,6; Jn 4,2; Jl 2,13;). O nosso Deus é um Deus de paz, de paciência, de consolação e de esperança ( Rm 15,5; Rm 15,13; Rm 15,33;). 
PACIÊNCIA
- mediante ela suportamos provações e renúncias: Mt 24,13; Lc 8,15; Rm 12,12; 2Cor 6,4-5; 1Tm 6,10-11; 2Tm 3,10-11; Tt 2,2;com fé: 2Ts 1,4; Tg 1,2-3;com esperança: Rm 5,3-5; Rm 8,25; 2Cor 1,7;com amor: 1Cor 13,7; Ap 2,2ss; Ap 3,19;com alegria: 2Cor 1,5; 2Cor 7,4-13; Cl 1,24; Fl 2,17-19; Tg 5,10-11;porque é graça: 1Pd 2,19-20; Gl 5,22;
PACIÊNCIA
Àqueles que se maravilham da demora da parusia, Pedro responde que Deus é paciente porque espera a conversão dos pecadores ( 2Pd 3,4-9; 1Pd 3,20; Rm 11,25-27;). A paciência de Deus faz parte da sua pedagogia ( Hb 12,5-7; Tg 1,12; Rm 5,3ss; Rm 15,4;). 
PACIÊNCIA
- no tender para os bens futuros: Lc 21,19; Rm 8,18; 2Tm 2,12; Hb 10,36; Tg 1,12; Ap 1,9;que é uma corrida executada na paciência: Hb 12,1;- imitando o Cristo: Hb 12,2-7;e em Cristo: Rm 8,17; 2Cor 1,6-7; 1Ts 1,3;
PACIÊNCIA
A paciência é uma virtude humana ( Jó 2,10; Pr 3,11; Pr 14,29; Eclo 2,13ss;) e cristã ( Hb 12,1; Rm 12,12; Tg 1,2-4; 2Cor 1,6; 1Pd 2,19ss; 2Tm 2,10-12;), que favorece a convivência com o próximo ( Pr 19,11; 1Ts 5,14; 1Pd 3,14-17;). 
PADA
hebraico, planície - Gn 48,7;
PADÃ-ARÃ
hebraico, planície de Arã - Gn 25,20;
PADÃ-HARÃ
hebraico, uma planície pertencente a Harã - Gn 25,20;
PADAÍAS
hebraico, Jeová remiu ou Jeová tem salvo - 2Rs 23,36;
PADOM
hebraico, liberdade - Esd 2,44;
PADRE
ver 'Sacerdote'. 
PÃES DA PROPOSIÇÃO
Ou 'pães sagrados'são os pães oferecidos cada sábado a Deus. Eram colocados sobre uma mesa de ouro, que estava no recinto do templo (cf. Nm 4,7;). Só os sacerdotes os podiam comer ( Ex 25,30; Lv 24,5-9; 1Sm 21,2-7; Mc 2,26;). 
PAFOS
latim, que ferve - At 13,6;
PAGÃO
Do latim paganus, 'camponês', o que vive nas vilas do interior. Nome dado aos não-cristãos que tiveram de retirar-se para o interior em conseqüência da expansão do cristianismo no mundo romano. Na Bíblia 'pagão'designa o não-judeu ( Mt 5,47; Mt 6,7;), chamado também gentio, em oposição ao povo eleito. Mesmo desconhecendo a Deus ( Gl 2,14ss;) os pagãos são guiados por ele ( Is 45,14-25; Mt 8,10; At 14,16;) e chamados à fé ( Rm 9; Rm 10; Rm 11;). ver 'Grego'. 
PAGIEL
hebraico, encontro com Deus - Nm 1,13;
PAI
Pai terreno: A autoridade paterna é protegida pelo decálogo ( Ex 20,12; Dt 5,16;). Rebelar-se contra o pai, maldizê-lo ou bater-lhe eram crimes castigados com a morte ( Ex 21,15-17; Dt 21,18-21;). A literatura sapiencial insiste no respeito aos pais ( Eclo 3,1-16; Tb 4,3-5; Pr 1,8; Pr 4,1; Pr 6,20;). Os pais, por sua vez, têm obrigações para com os seus filhos: devem amá-los ( 1Sm 1,11-20; Mt 7,9; Lc 11,11; Tt 2,4;); devem educá-los ( Dt 6,20ss; Dt 32,46; Dn 13,3;); vigiá-los ( Eclo 26,10ss; Eclo 42,9-11; 1Tm 5,8;); castigá-los ( 1Sm 3,13; Pr 13,24; Pr 22,15; Pr 23,13ss; Eclo 42,5;), mas sem ira ( Pr 19,18ss; Eclo 20,2; Cl 3,21; Ef 6,4;); devem dar-lhes o bom exemplo ( Ez 16,44; 2Mc 6,28; 2Mc 7,20-22; 2Jo 4;). 
PAI
Jesus confirmou o sentido do quarto mandamento ( Mc 7,10-13; Mc 10,19; Mt 15,4-7;). 
PAI
As exigências do amor de Deus podem levar a renunciar ao amor paterno ( Mt 8,21ss; Mt 10,37; Mt 19,29; Lc 9,59ss; Lc 14,26;). 
PAI
Deus-Pai: No AT raramente se aplica a Deus o nome de Pai ( Dt 32,6ss; 2Sm 7,14; Sl 89,27; Eclo 51,10;). Jesus fala com freqüência de ' vosso Pai', 'teu Pai', 'vosso Pai do céu' e chama a Deus pelo nome de 'Pai': quando anuncia o Reino de Deus ( Mt 13,43; Mt 20,23; Mt 25,34; Lc 12,32;); quando se refere à ação do Espírito ( Mt 10,20;), ao conhecimento de Cristo ( Mt 16,17;), à oração ( Mt 18,19;), à recompensa ( Mt 6,1;); quando insiste na Providência do Pai ( Mt 6,26-32; Mt 10,29; Lc 12,30;). 
PAI
Cristo dá a Deus o nome de Pai ( Mt 5,16; Mt 5,45; Mt 5,48; Mt 7,21; Mt 11,25; Mt 24,36; Lc 10,22; Mc 13,32;). Revela a Deus como seu próprio Pai ( Mc 14,36; Mt 7,21; Mt 11,27; Mt 16,27; Mt 26,39; Jo 2,16; Lc 2,49;). 
PAI
Para Paulo Deus é o 'nosso Deus e Pai' ( 1Ts 3,13; 2Ts 2,16; 1Cor 1,3; 2Cor 1,2; Gl 1,3; Gl 4,6; Ef 1,2; Cl 1,12ss; Rm 8,15;). 
PAI
João penetra mais no sentido da paternidade divina ao dizer que o homem é 'gerado por Deus' ( Jo 2,16; Jo 3,3;).
PAI (DEUS) NO NT
- Pai de todos: Mt 5,45; Mt 6,11-13; Mt 6,25-34; Mt 10,28-31;
PAI (DEUS) NO NT
- dos bons: Mt 10,20-29; Mt 13,43; Mt 18,14; Mt 23,9;ver 'Trindade'.
PAI (DEUS) NO NT
- de Cristo: Mt 7,21; Mt 11,25-27; Mt 21,33-40; Ef 1,3;de modo bem diferente: Jo 20,17;ver 'Trindade'.
PAI (DEUS) NO NT
- conformidade com a sua vontade: Jr 3,19-22; Sb 14,3; 1Mc 3,60; Mt 6,10; Mt 7,21; Mc 3,35;como nos dá o exemplo Jesus: Mt 26,42; Jo 4,34; Jo 6,38;
PAI (DEUS) NO NT
- confiança nele: Eclo 23,1-6; Mt 6,32; Mt 10,29-31; Rm 8,31-32; Hb 6,19; Hb 10,35-36; 1Jo 3,21; 1Pd 5,7;
PAÍ hebraico
primogênito - 1Cr 1,50;
PAI [DEUS] NO AT
- é Pai de todo o Israel: Ex 4,22-23; Dt 14,1-2; Dt 32,5-6;Os 11,1; cf. Mt 2,15; Is 63,16; Is 64,7; Jr 3,18-22;e de todo o homem: Sb 14,3; Eclo 23,1-6;
PAI [DEUS] NO AT
- dos bons: Sb 2,16-18; 2Mc 7,27-29;
PAI [DEUS] NO AT
- do herdeiro de Davi: 2Sm 7,8-14; Sl 2,7; Sl 88,27-30;cf. Mt 22,42-46;
PAIS
- obrigações para com os filhos: procriação: Gn 1,28; Gn 9,1;
PAIS
- amor: Eclo 25,7; Eclo 30,1; Tt 2,4;subordinado ao amor de Deus: Mt 10,37;procurando-lhes o bem: Tb 4,2; Eclo 7,25;sobretudo o verdadeiro: 2Mc 7,20; 2Tm 3,15;evitando o mal: Tb 14,4; Cl 3,21;
PAIS
- sustento: Gn 21,19; Lc 11,11-13;
PAIS
- segurança de um futuro: Gn 25,5-6; Dt 21,16-17; 2Cor 12,14;num estado conveniente: Gn 24,24; Tb 10,12; Eclo 7,23;
PAIS
- educação: religiosa: Gn 18,19; Ex 10,2; Ex 13,13-14; Dt 6,5-7; Dt 11,16-19; Tb 14,7; Jó 1,5; Dn 13,3; 1Mc 2,49ss; 2Mc 7,27-29;e moral: Lv 19,29; Dt 21,18-20; 1Rs 2,1-2; Tb 4,3ss; Pr 1,8ss;precedida do exemplo: Pr 20,7;
PAIS
- deveres para com os pais: ver 'Filhos'.
PAIXÕES
- no sentido de apetite que nos inclina ao mal: conseqüência do pecado original: Gn 4,7;
PAIXÕES
- não estamos isentos delas: Rm 7,21-23; Ef 2,3;
PAIXÕES
- prejudiciais para quem as secunda: Pr 29,21; Eclo 18,31-33; Is 57,20-21; Rm 1,24ss; 1Tm 6,10;
PAIXÕES
- levam à cegueira: Is 28,9; Jr 2,20; Rm 1,21;
PAIXÕES
- facilitam o caminho para a perdição: Mt 7,13;
PAIXÕES
- devem ser vigiadas: 1Pd 5,8;freadas e mortificadas: Pr 16,22; Eclo 18,27; Eclo 18,30; Jo 12,24-25; Gl 5,16-24; Ef 6,10ss;a qualquer custo: Mt 5,29-30; Mt 11,12; Mt 16,24;nas raízes: Mt 5,21-24; Mt 5,27-28;injetando uma força nova: Mt 5,38-48;e orientando as energias para uma vida nova: Rm 6,4-6; Rm 6,12-14;com a ajuda de Cristo: Rm 7,24-25; 2Cor 12,7-10; 2Tm 2,11;que dá a recompensa: Ap 2,7;ver 'Carne' e ver 'Paixões'.
PALAL
hebraico, juiz, julgador - NE 3,25;
PALAVRA
Na Bíblia, 'palavra' não é apenas a manifestação do pensamento ou da vontade, mas é algo concreto que continua existindo, carregado com a força da pessoa que a pronuncia. Assim, a bênção pronunciada sobre Jacó não podia ser revogada ( Gn 27,35-37;) e a maldição proferida por Josué ( Js 6,26;) ou pelos gabaonitas (cf. 2Sm 21,1-14;) continua agindo muito tempo depois ( 1Rs 16,34;). 
PALAVRA
- para os hebreus: veículo do pensamento: Dt 4,36;instrumento do querer: Gn 19,15;
PALAVRA
A Palavra de Deus é eficaz na criação ( Gn 1,1ss; Sl 147,15-18; Mt 8,24-27; Jó 36,5-13; Is 44,26-28; Is 55,11; Sb 18,14-19;). 
PALAVRA
- de Deus:
PALAVRA
A palavra é simbolizada no pão que um dia se converterá no pão da Eucaristia ( Am 8,11; Ex 16,4-15; Dt 8,3; Mt 4,3ss; Jo 6,28-51;). 
PALAVRA
- por ela: ele cria: Gn 1,3-14; Gn 1,20-26; Sl 32,6; Eclo 42,15; Sb 9,1; Hb 11,3;agem os anjos: Eclo 43,26; Hb 2,2;os profetas: Os 1,1-2; Hb 6,5;ler 19,10-11; Cristo: Mt 8,5ss; Mt 9,13;os apóstolos: 2Tm 2,9;
PALAVRA
Cristo é a Palavra encarnada ( Jo 1,1ss; Jo 8,31-47; 1Jo 1,1; Ap 19,11-16; Mc 13,31;), que continua a atuar na Igreja ( At 4,29-31; Fl 1,12-14; Hb 13,7-9; Lc 10,16; 2Cor 2,14-16; 2Tm 4,1-5;). 
PALAVRA
- permanece eternamente: Sl 118,89; Is 40,8; Mt 5,18; Mt 24,35; 1Pd 1,25;
PALAVRA
O mutismo dos profetas prova que Deus já não está com o seu povo ( 1Sm 3,1; Is 28,7-13; Am 8,11ss;). A abundância da Palavra é sinal da presença dos tempos messiânicos ( Jl 3,1ss; At 2,1-4;). Por isso, se desata a língua de Zacarias e Cristo faz ouvir os surdos e falar os mudos ( Lc 1,64-67; Lc 11,14-28; Mt 9,32-34; Mt 12,22-24; Mc 9,17-27;). 
PALAVRA
- expressão da sua vontade onipotente: Nm 23,19; Is 46,10; Is 55,11; Jr 23,29; Sl 32,9; Sb 16,12;encarregada de missões: Sl 106,20; Sb 18,15;aparece personificada: Sl 106,20; Sl 146,15;e conexa à Sabedoria: Sb 9,1-2;
PALAVRA
- é o Verbo: Ap 19,13;que é Deus: Jo 1,1;na presença e no seio do Pai: To 1,2.18.
PALAVRA
- Verbo de vida: 1Jo 1,1; Jo 1,4;de luz: Jo 1,9;criador: Jo 1,3; Jo 1,10;manifesta-se entre os homens: Jo 1,14; 1Jo 1,2;com eficácia: Mt 8,26; Mc 1,27; Lc 5,13; Lc 5,23; Lc 18,42;palavra í a sua mensagem: Lc 8,11; Lc 8,21; Lc 11,28;realidade viva nos corações: Jo 8,37; Jo 8,43; Jo 12,48; Jo 17,17;que eleva à vida de Deus: Jo 1,12; 1Jo 1,3;
PALAVRA
- e Escritura: nem toda posta por escrito: Jo 21,25; 2Ts 2,15; 2Jo 12; 3Jo 13; 3Jo 14;
PALAVRA
- as dez palavras: Ex 20,1; Ex 34,28;
PALAVRA
- nossos deveres perante ela: tê-la presente: Dt 6,6; Dt 11,18ss; Pr 7,1; Sl 1,2;não afastar-nos dela: Dt 4,2; Dt 5,32; Is 30,21;aceitá-la com fé e praticá-la: Dt 5,27; Is 29,13; Mt 7,24; Mt 28,20; Lc 11,28; Jo 13,17; Hb 4,2; Tg 1,22-25;porque é alimento para a alma: Dt 8,3; Jr 15,16; Ez 3,3; Sb 16,26; Mt 4,4;
PALAVRA
- quem a despreza é punido: 2Rs 17,13-20; 2Cr 36,16; Pr 1,28; Is 30,12-14; Jr 7,13-15; Mt 10,14-15; Jo 12,48-49; At 13,45; 2Ts 2,10-12; Hb 2,3-4;
PALAVRA
- a nossa: seja fiel a Deus: Dt 24,8;não seja leviana e precipitada: Pr 13,3; Pr 15,2; Pr 15,23; Pr 17,27; Pr 20,15; Pr 25,11; Ecl 5,11-12; Ecl 28,24-26; Mt 12,36; Cl 4,6; Tg 1,19;
PALESTINA
latim, terra dos filisteus ou peregrinações;
PALETE
hebraico, casa de fuga - 15,27;
PALMIRA
grego, admiração - 2Cr 8,4;
PALT
hebraico, libertado por Deus - Nm 13,9;
PALTIEL
hebraico, salvação por Deus ou libertação de Deus - Nm 34,26;
PALU
hebraico, notável - Gn 46,9;
PANAGUE
hebraico, doce - Ez 27,17;
PANFÍLIA
latim, nação composta de todas as tribos - At 2,10;
PÃO
ver 'Eucaristia'. 
PÃO
- no sentido geral de alimento, refeição: Ex 18,12; Ex 23,25; Rt 1,6; 1Sm 9,7; Is 33,16; Jr 38,9; Ez 4,17; Lc 14,1;
PÃO
- prodigalizado a todos por Deus: Sb 16,25; Sl 103,27-28; Sl 144,15; At 14,17;
PÃO
- estar privado dele é maldição: Lv 26,26; 2Sm 3,29; Sl 36,25; Lm 1,11; Lm 2,12;ver 'Fome'.
PÃO
- dispor dele é bênção: Sl 131,15; 1Sm 25,27;
PÃO
- dá-lo aos indigentes é dever: Is 58,7; Tb 1,8; Tb 1,17;
PÃO
- símbolo de sofrimentos: Gn 3,19; Nm 14,9;mas alimento vital: Jo 12,24;sinal de paz e de aliança: Gn 14,18; Jz 8,5ss; Jz 6,15;vitorioso: Jz 7,13;
PÃO
- celeste: Ex 16,4; Ex 16,15; 1Rs 17,6; Sl 77,23-25; Sl 104,40; NE 9,15; Sb 16,20;suave: Ex 16,31; Sl 80,17; Sb 16,20;símbolo da doçura de Deus: Sl 33,9; Sl 118,103;e figura da Eucaristia: Jo 6,31-33; Jo 6,49-52;ver 'Maná'.
PÃO
- a palavra de Deus: Dt 8,3; Sb 16,26; Mt 4,4;cf. Lc 11,5-13; Jo 4,32-35;
PÃO
- no uso sagrado: pão da proposição: Lv 24,5-9; 1Sm 21,1-6; NE 10,34;figura da Eucaristia: Ex 25,23-30;
PÃO
- nos sacrifícios: Gn 14,18-19; Ex 12,8; Ex 23,18-19; Ex 29,2-3; Ex 29,23-24; Lv 2,11; Lv 7,11-17; Lv 23,10-13; Lv 23,16-20; Nm 6,19-20; Jz 6,17-21; Eclo 7,31;com banquete diante de Deus: Lv 3,1; Lv 3,16; Lv 7,13; Lv 7,15;
PÃO
- pão de Deus, são as vítimas: Lv 21,6; Lv 21,7; Lv 21,17-22;particularmente as partes a ele reservadas: Lv 3,11; Nm 28,2;
PÃO
- multiplicado: 2Rs 4,42-44; Jo 6,5-15; Mt 15,32-39;
PÃO
- Cristo verdadeiro Pão do Céu.
PÃO
- de Vida: Jo 6,33-35; Jo 6,48-50;a sua carne: Jo 6,51; Jo 6,53-56; Mt 26,26; Mc 14,22; Lc 22,19; 1Cor 11,23-24;memorial da sua morte: 1Cor 11,26;que nos dá comunidade de vida com ele: 1Cor 10,16;com o Pai: Jo 6,57-58;com os irmãos: 1Cor 10,17;condena o indigno: 1Cor 11,27; 1Cor 11,29;penhor de participação no banquete eterno: Lc 14,15-24;ver 'Eucaristia'.
PÃO
- partir o pão: prerrogativa do pai de família: Mt 14,19; Mc 8,6; Lc 24,30; Lc 24,35;celebração litúrgica da Eucaristia: At 2,24; At 2,46; At 20,7; 1Cor 10,16;
PAPA
ver 'Pedro'. 
PAPIRO
ver 'Manuscrito', ver 'Códice'. 
PARÃ
hebraico, região das cavernas - Gn 21,21;
PARÃ
hebraico, vitela - Js 18,23;
PARÁBOLA
É o desenvolvimento de uma comparação de dois termos, resultando numa narrativa. Por exemplo, a comparação 'A palavra de Deus é como a semente' foi desenvolvida na parábola do semeador. A parábola é uma historieta inventada, mas baseada em fatos corriqueiros da vida. Como na comparação, assim também na parábola os termos devem ser tomados no sentido próprio. Na parábola, porém, o confronto não se verifica entre dois termos, e sim entre duas situações. É desse confronto que se deve tirar o ensinamento, fim principal da parábola. 
PARÁBOLAS
- comparação:
PARÁBOLAS
- com finalidade instrutiva: 715; 2Sm 12,1-15; Is 5,1-17;
PARÁBOLAS
- para castigo dos não dispostos: Mt 13,10-16;cf. Is 6,9-10; Mc 4,11-12; Lc 8,10;
PARÁBOLAS
- método pedagógico: Mt 13; Mc 4,2; Mc 4,33-34;cf. Jo 16,12; 1Cor 32;
PARÁBOLAS
- do amigo importuno: Lc 11,5-10;
PARÁBOLAS
- do administrador fiel e servo infiel: Mt 24,45-51; Lc 12,42-48;
PARÁBOLAS
- da boa semente e da cizânia: Mt 13,24-30;
PARÁBOLAS
- do senhor de casa virtuoso: Mt 13,51-52;
PARÁBOLAS
- do bom pastor: Jo 10,1-6; Jo 10,11-18;
PARÁBOLAS
- do bom samaritano: Lc 10,30-37;
PARÁBOLAS
- dos vinhateiros rebeldes: Mt 21,33-46;
PARÁBOLAS
- de devedor desapiedado: Mt 18,23-25;
PARÁBOLAS
- das dez virgens: Mt 25,1-13;
PARÁBOLAS
- da dracma perdida: Lc 15,8-10;
PARÁBOLAS
- dos dois devedores: Lc 7,41-47;
PARÁBOLAS
- dos dois filhos: Mt 21,28-31;
PARÁBOLAS
- do fariseu e do publicano: Lc 18,10-14;
PARÁBOLAS
- do feitor infiel: Lc 16,1-12;
PARÁBOLAS
- da figueira florida: Mt 24,32-35; Mc 13,28-31; Lc 21,29-33;
PARÁBOLAS
- da figueira estéril: Lc 13,6-9;
PARÁBOLAS
- do filho pródigo: Lc 15,11-32;
PARÁBOLAS
- do juiz iníquo: Lc 18,2-8;
PARÁBOLAS
- do grão de mostarda: Mt 13,31-32; Mc 4,31-32; Lc 13,9;
PARÁBOLAS
- dos convidados descorteses e do homem sem a veste nupcial: Mt 22,2-14; Lc 14,16-24;
PARÁBOLAS
- do fermento: Mt 13,33; Lc 13,21;
PARÁBOLAS
- do comerciante de pérolas: Mt 13,45-46;
PARÁBOLAS
- das minas: Lc 19,12-27;
PARÁBOLAS
- do pastor: Jo 10,26-28;
PARÁBOLAS
- da ovelha desgarrada e encontrada: Mt 18,12-14; Lc 15,4-7;
PARÁBOLAS
- do pedaço de pano novo: Mt 9,16; Mc 2,21; Lc 5,36;
PARÁBOLAS
- da porta do ovil: Jo 10,7-10;
PARÁBOLAS
- do rei que quer fazer a guerra: Lc 14,31;
PARÁBOLAS
- da rede: Mt 13,47-50;
PARÁBOLAS
- do rico glutão: Lc 16,19-30;
PARÁBOLAS
- do rico insensato: Lc 12,16-21;
PARÁBOLAS
- da semeadura e da colheita: Mc 4,26-29;
PARÁBOLAS
- do semeador: Mt 13,3-23; Mc 4,3-20; Lc 8,5-15;
PARÁBOLAS
- do servo que volta dos campos: Lc 17,7-10;
PARÁBOLAS
- dos servos, guardas da casa: Mc 13,34-37;
PARÁBOLAS
- dos espíritos malignos: Mt 12,43-45; Lc 11,24-26;
PARÁBOLAS
- dos talentos: Mt 25,14-30;
PARÁBOLAS
- do tesouro escondido: Mt 13,44;
PARÁBOLAS
- do homem que constrói sobre a rocha e do que constrói sobre a areia: Mt 7,24-27; Lc 6,48-49;
PARÁBOLAS
- do homem que edifica uma torre: Lc 14,28-30;
PARÁBOLAS
- da verdadeira vide: Jo 15,1-6;
PARÁBOLAS
- dos vinhateiros: Mt 20,1-16;
PARÁBOLAS
- do vinho novo em odres velhos: Mt 9,17; Mc 2,22; Lc 5,37;
PARÁBOLAS
- ver 'Enigma'
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Administrador infiel: ( Lc 16,1-13;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Amigo importuno: ( Lc 11,5-8;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Avarento insensato: ( Lc 12,16-21;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Bodas do filho do rei: ( Mt 22,1-14;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Bom Pastor: ( Jo 10,1-16;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Bom samaritano: ( Lc 10,30-37;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Casa sobre rocha: ( Mt 7,24-27; Lc 6,47-49;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Cem moedas de prata: ( Lc 19,11-26;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Dez virgens: ( Mt 25,1-13;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Dois devedores: ( Lc 7,41ss;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Fariseu e o cobrador de impostos: ( Lc 18,9-14;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Fermento: ( Mt 13,33; Lc 13,20ss;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Figueira estéril: ( Lc 13,6-9;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Filho fingido: ( Mt 21,28-32;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Filho pródigo: ( Lc 15,11-32;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Grande ceia: ( Lc 14,16-24;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Grão de mostarda: ( Mt 13,31ss; Mc 4,30-32; Lc 13,18-21;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Grão de trigo: ( Jo 12,24;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Joio entre o trigo: ( Mt 13,24-30; Mt 13,36-43;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Juiz iníquo: ( Lc 18,1-8;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Lavradores homicidas: ( Mt 21,33-46; Mc 12,1-12; Lc 20,9-19;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Moeda perdida: ( Lc 15,8-10;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Ovelha extraviada: ( Mt 18,12-14; Lc 15,1-7;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Pai de família: ( Mt 13,52;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Pérola preciosa: ( Mt 13,45ss;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Rede de pesca: ( Mt 13,47-50;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Rei que vai guerrear: ( Lc 14,31-33;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Rico avarento e o pobre Lázaro: ( Lc 16,19-31;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Roupa velha: ( Mt 9,16; Mc 2,21; Lc 5,36;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Semeador: ( Mt 13,1-9; Mt 13,18-23; Mc 4,3-20; Lc 8,4-15;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Semente que cresce: ( Mc 4,26-29;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Servo cruel: ( Mt 18,23-35;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Servos inúteis: ( Lc 17,7-10;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Servos vigilantes: ( Mt 24,42-51; Lc 12,35-48;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Talentos: ( Mt 25,14-30;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Tesouro no campo: ( Mt 13,44;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Torre a ser construída: ( Lc 14,28-30;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Trabalhadores na vinha: ( Mt 20,1-16;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Videira e ramos: ( Jo 15,1-8;).
PARÁBOLAS DE JESUS: 
* Vinho novo: ( Mt 9,17; Mc 2,22; Lc 5,37-39;).
PARÁCLITO
Significa 'advogado', 'consolador'. Termo com que João designa o Espírito Santo e sua função em relação a Cristo e na Igreja (cf. Jo 14,16;). 
PARAÍSO
Termo grego que traduz o hebraico 'jardim do Éden', ou de delícias. É o símbolo da alegria e da felicidade ( Gn 2,15;), da morada da divindade ( Ez 28,12-19;). No NT é o lugar onde se espera viver a felicidade eterna com Deus ( 2Cor 12,4; Ap 2,7;). Para o judaísmo era o lugar onde ficavam os mortos à espera da ressurreição ( Lc 16,23; Lc 23,43;). ver 'Éden'. 
PARAÍSO
- terrestre: Gn 2,8; Gn 2,11-14;
PARAÍSO
- estado de felicidade, paz, imortalidade: Gn 2,9; Gn 2,20; Gn 2,25;favorecido pela visita de Deus: Gn 3,8-9;
PARAÍSO
- depois da desobediência: Gn 2,16-17; Gn 3,1-6;desaparecem os dons sobrenaturais: Gn 3,23;a imortalidade: Gn 3,19;a integridade: Gn 3,7;a felicidade: Gn 3,16;a paz: Gn 2,12; Gn 4,8;a própria terra é amaldiçoada: Gn 3,17-18;
PARAÍSO
- nova prosperidade paradisíaca, vêem-na os profetas na era messiânica: Am 9,13;Os 2,21-22; Ez 34,25-27;e paz: Is 2,4; Is 11,6-9; Ez 34,28;culminando na nova Jerusalém que se apresenta como um Paraíso: Ez 47,1; Ez 47,7;
PARAÍSO
- o verdadeiro, reaberto por Cristo: Lc 23,43;reparando a desobediência de Adão: Rm 5,19;redando-nos a imortalidade: Rm 5,15-17; 1Cor 15,21-22; 1Cor 15,45-49;com a retomada, em si' próprio, de todo o homem: Rm 6,6-11;em desenvolvimento contínuo: Ef 4,22-24; Cl 3,9-10;com realização na Igreja: Gn 2,21-24; Gn 3,20; Ap 20,2; Ap 21,2;e restabelecimento definitivo do estado paradisíaco: Ap 2,7; Ap 21,1; Ap 22,1-4; Ap 22,14-19;
PARAÍSO
- Bem-aventurança, Visão, Rosto, Retribuição.
PARBAR
hebraico, colunada, átrio - 1Cr 26,18;
PARMENAS
grego, firme, fiel, que permanece - At 6,5;
PARNA
grego, muito ágil - Nm 34,25;
PARNAQUE
grego, muito ágil - Nm 34,25;
PARÓS
hebraico, pulga - Esd 2,3;
PARSANDATA
persa, nascimento nobre - Est 9,7;
PARSIM
aramaico, plural de Mene, acabou o teu reino - Dn 5,25;
PARTICIPAÇÃO
Herança comum, ou sorte comum que os cristãos terão com Cristo no fim do mundo ( Mt 24,51; Lc 10,42; Jo 13,8; Ap 20,6; Ap 21,8;). Significa também ter comunhão ou parte em alguma coisa. Os cristãos têm parte no Evangelho ( Fl 1,5;), no Espírito ( 2Cor 2,13;), na ressurreição de Cristo ( 1Cor 1,9;). Esta participação na glória de Cristo supõe uma participação na sua paixão ( Rm 6,4-8; Rm 8,17; Cl 2,12ss; Fl 3,10;). Pela Eucaristia o cristão entra em comunhão com o corpo do Senhor sacrificado e pelo seu sangue derramado entra em comunhão de vida com Cristo ( 1Cor 10,14-22; 1Cor 11,17-29;), garantindo para si a ressurreição no último dia ( Jo 6,48-58;). 
PARTOS
persa, desterrados - At 2,9;
PARUA
hebraico, florescentes - 1Rs 4,17;
PARUSIA
Significa a entrada solene do rei na sua capital ( 2Sm 6; 1Rs 1,38-53; 2Rs 11,1-16;). 
PARUSIA
No AT aparecem duas tendências: parusia futura -vinda do Rei-Messias ( Zc 9,9ss; Is 40,9-11;); outra, recordando que é Deus o Rei de Israel, anuncia uma vinda de Deus em pessoa ( Is 46,9-13; Is 52,7ss; Zc 1,3; Zc 1,16; Zc 2,9-13; Zc 8,2ss;). 
PARUSIA
A entrada de Cristo em Jerusalém é narrada num contexto de Parusia ( Mt 21,1-11;). O Batista é o arauto desta chegada ( Mt 3,11ss;). Cristo, porém, diz que a hora de sua manifestação não chegou ( Jo 7,2-9; Jo 18,35; Jo 14,3;). 
PARUSIA
Na linha da segunda tendência do AT, acima descrita, a vinda do Filho do homem é apresentada com elementos divinos ( Mt 16,27ss; Mt 24; Mt 25; Lc 21,25-33;). 
PARUSIA
Textos relativos à Parusia gloriosa ( 1Cor 1,8; 1Cor 15,23; 1Ts 2,19; 1Ts 3,13; 1Ts 4,15; 2Pd 1,16; 2Pd 3,4; 2Pd 3,12; 1Jo 2,28;). Veja 'Dia do Senhor'e a nota em 2Ts 2,1-12. 
PARVAIM
mesmo que Ofir; regiões orientais - 2Cr 3,6;
PAS-DAMIM
grego, costa de Damim - 1Cr 11,13;
PASA
hebraico, rasgado - 1Cr 7,33;
PASAQUE
hebraico, partidor - 1Cr 7,33;
PÁSCOA
Principal festa do judaísmo, que comemora a maravilhosa libertação dos hebreus do Egito, pela passagem do mar Vermelho (cf. Ex 12,1ss; Ex 13,1-16; Lv 23,5-8; Nm 9,1-14;). A Páscoa cristã celebra a ressurreição de Jesus no domingo após o dia 14 de Nisã, data da Páscoa judaica ( Lc 24,1; At 20,7; 1Cor 16,2; Ap 1,10;). É a memória do sacrifício de Jesus na cruz, a nova vítima pascal ( 1Cor 5,6-8; 1Cor 11,26;), e de sua vitória sobre a morte pela ressurreição. ver 'Festa'.
PÁSCOA
- isto é, passagem: Ex 12,11; Ex 12,12; Ex 12,23; Ex 12,27;
PÁSCOA
- a mais solene das festas judaicas: Ex 12,1-20;
PÁSCOA
- instituída no êxodo do Egito: Ex 12,23-27;inicia a retomada do caminho das promessas: Ex 2,24; Ex 12,11;
PÁSCOA
- obrigatória para os circuncisos: Ex 12,43-46;e no lugar eleito por Deus: Dt 16,6;no dia 14 de Nisan: Ex 12,6; Lv 23,5;com duração de sete dias: Ex 12,15; Ex 12,18; Ez 45,21-24;
PÁSCOA
- chamada festa dos ázimos: Ex 23,15; Ex 34,18; Nm 28,16-17; Mt 26,17;
PÁSCOA
- vinculada à oferta dos primogênitos: Ex 13,1-15;ver 'Primícias', ver 'Resgate'.
PÁSCOA
- é o próprio cordeiro: Ex 12,21; 2Cr 35,1; Lc 22,8;sem defeito: Ex 12,5;que deve ser imolado: Ex 12,3; Ex 12,24; 2Cr 35,5; Esd 6,20;inteiro, e sem quebra de osso algum: Ex 12,9; Ex 12,46;ao anoitecer: Ex 12,6; Ex 12,42;que deve ser comido com ázimos e verduras amargas: Ex 12,8; Ex 12,19; 2Cr 35,17;
PÁSCOA
- outras celebrações: Nm 9,1-5; Js 5,10; 2Cr 30,1-22; 2Rs 23,2; 2Rs 23,1-23; Esd 6,19-22;
PÁSCOA
- de Jesus: Lc 2,41-42; Jo 2,13; Jo 2,23; Jo 6,4; Jo 11,55;cuja última: Mt 26,20;é substituída com a nova Páscoa: Mt 26,26-28; 1Cor 5,7;novo Cordeiro imolado: Jo 19,36; At 8,32; 1Pd 1,19; Ap 5,6; Ap 5,8-10;na espera da páscoa eterna: Mt 26,29;
PÁSCOA
hebraico, passagem - Ex 12,23;
PASEA
hebraico, coxo - NE 3,6;
PASEIA
hebraico, coxo, - 1Cr 4,12;
PASTOR
A figura do pastor era muito familiar na Palestina e no Médio Oriente. Diariamente o pastor sai com suas ovelhas para conduzi-las às pastagens ou, em determinados momentos, às fontes. De tarde reconduz as ovelhas ao curral. Na literatura universal o pastor tornou-se a figura do guia, político ou religioso, de uma comunidade. Em Israel os reis (cf. Ez 34,2-6;), os sacerdotes e os profetas são chamados pastores. 
PASTOR
- na aurora da humanidade: Gn 4,2;
PASTOR
Diante da infidelidade destes pastores, Deus promete ele mesmo tomar conta de seu povo, por meio do pastor fiel, o descendente de Davi ( Jr 23,1-6;). Jesus se apresenta como o bom pastor, solícito pelas suas ovelhas a ponto de dar por elas a própria vida ( Jo 10,1-18;). Após a ressurreição, Jesus constitui Pedro como pastor para tomar conta de seus discípulos em seu lugar ( Jo 21,17;). 
PASTOR
- na origem da estirpe hebraica: Gn 13,2-12; Gn 26,20; Gn 32,8;
PASTOR
- sua vida é exaltada pelos profetas: 715; ler 35.
PASTOR
- Deus toma a figura do pastor: Sl 22; Sl 79,2; Is 40,11; Jr 31,10; Ez 34,11ss; Ez 12,31; Zc 11,7;
PASTOR
- a autoridade civil e religiosa hebraica: Jr 2,8; Jr 23,1-2; Ez 34,1-6; Is 44,28;aos quais Deus prediz a subtração da grei: Ez 34,7-10;novos pastores: Jr 23,34;um único pastor: Jr 23,5-8; Ez 34,23;que é Cristo: Lc 15,4-6; Jo 10,11; Jo 10,14; Jo 21,16ss; Jo 17,18; 1Pd 5,2-3;cf. Mt 26,31; Hb 13,20; 1Pd 2,25;de um único rebanho: Jo 10,16;e única porta do ovil: Jo 10,7;
PASTOR
latim, homem que apascenta rebanho de ovelhas - Sl 23;
PASUR
hebraico, mui nobre - Esd 2,38;
PATARA
hebraico, pisado - At 21,1;
PATMOS
grego, mortal - Ap 1,9;
PÁTRIA
- deve ser amada: 2Rs 8,11-13; 2Rs 5,42; Mt 23,37-39; Lc 19,41-44;com desinteresse: 1Mc 5,56;
PÁTRIA
- defesa: 2Sm 10,12; 1Mc 5,33;ver 'Serviço Militar'; inclusive com o custo da vida: Jz 16,29-30; 1Mc 3,59; 1Mc 6,43-46;
PÁTRIA
- libertada: Jz 4,6-15; JT 14,14; 1Mc 2,66-67;
PÁTRIA
- memória imperecedoura dos seus heróis: 1Mc 3,3-9; 1Mc 5,53; 1Mc 6,44; 1Mc 9,10;infame deve ser a memória de quem a trai: 2Mc 4,1; 2Mc 5,6; 2Mc 5,8-10;
PÁTRIA
- verdadeira: Gn 47,9; Hb 11,9; Hb 11,13; Hb 11,16; Hb 12,22; Fl 3,20; Cl 3,1-2;
PATRIARCAS
- com eles Deus estabelece aliança: ver 'Promessa'.
PATRIARCAS
- o seu Deus: Gn 26,24; Gn 28,13; Ex 3,6; Ex 3,15; Ex 3,16; Mt 22,32; At 3; At 13;Deus único: Gn 3,52;universal: Gn 15,7; Gn 18,25; Gn 24,48; Gn 39,2-3; Gn 39,21-23; Ex 12,17;
PATRIARCAS
- invocam-no e oram a ele: Gn 21,33; Gn 25,21;tomam-no como sua testemunha: Gn 21,22-24; Gn 24,3; Gn 25,33; Gn 26,28-30; Gn 1,50; Gn 5,25-26;
PATRIARCAS
- para eles, os sinais da vontade dele: Gn 15,8ss; Gn 24,12-14;
PATRIARCAS
- a eles as respostas de Deus: Gn 25,22-23;nos sonhos: Gn 28,12ss; Gn 37,5-11;nas aparições: Gn 12,7; Gn 18,1ss; Gn 22,11; Gn 22,15;no seu desempenho sacerdotal, erguem altares: Gn 12,7-8; Gn 13,18; Gn 26,25; Gn 33,20; Gn 35,7;e oferecem sacrifícios: Gn 22,13; Gn 31,54; Gn 46,1;
PATRIARCAS
- o cuidado pela sepultura é indício da fé numa sobrevivência: Gn 23; Gn 35,20; Gn 47,30; Gn 49,29-32; Gn 50,5; Gn 50,13;
PATRIARCAS
- estão junto de Deus: Lc 13,28;
PATRÍCIO
latim, conterrâneo - 2Co 11,26;
PATROBNAS
grego, paternal - Rm 16,14;
PATRÕES
Devem usar de justiça ( Lv 19,13; Dt 5,12-14; Dt 24,12-15; Tb 4,15; Eclo 34,26-27; Ml 3,5; Mt 7,2; Mt 10,10; Rm 4,4; Tg 5,4;); devem respeitar os direitos humanos ( Lv 25,43; Eclo 4,30; Ef 6,9; Cl 4,1;). 
PATROS
hebraico, casa da deusa Hator Sul - Jr 44,1;
PATRUSIM
hebraico, habitantes de Patros - Gn 10,14;
PAÚ
hebraico, balido ou gritando - Gn 36,39; Dn 36,36;
PAULO
Em hebraico Saulo, é um judeu de Tarso, da tribo de Benjamim, cidadão romano de nascença ( At 16,21; At 16,37; At 22,25-29; Fl 3,5;). Perseguiu os discípulos de Jesus, mas depois converteu-se ( At 9,1-30;), tornando-se o apóstolo dos pagãos. Empreendeu três grandes viagens missionárias ( At 13; At 14; At 15; At 16; At 17; At 18; At 19; At 20; At 21;). A ele são atribuídas catorze epístolas, havendo dúvidas quanto à autoria de algumas, como as epístolas aos Efésios, a Timóteo, a Tito e aos Hebreus [ver as respectivas introduções]. É inegável a influência da doutrina de Paulo nos outros escritos do NT e na vida cristã em geral. 
PAULO
grego, pequeno, pouco - At 13,1;
PAUTAL
hebraico, obra do Senhor - 1Cr 26,5;
PAZ
O conceito 'paz' [shalom ou xalom em hebraico] é muito rico na Bíblia. Ter paz é ser completo, inteiro; é gozar de prosperidade material e espiritual; é manter boas relações entre pessoas, famílias e povos. Paz é o oposto de tudo quanto perturba a prosperidade e as boas relações. É um dom de Deus, concedido a Israel em virtude da aliança ( Nm 25,12;cf. 6,22-26). 
PAZ
- reconciliação: Is 32,17; Is 54,10; Ef 2,15-17;
PAZ
Quando Israel é fiel à aliança, goza de paz; quando é infiel, perde a paz, mas pode recuperá-la pela conversão ( Lv 26;). Em meio a tantas guerras, os profetas anunciam a paz para os tempos messiânicos, paz entre Deus e os homens, e entre os homens e animais ( Is 2,2-4; Is 9,5ss; Is 11,6-9; Is 60,17ss;Os 2,20; Am 9,13ss; Zc 8,9-13;). 
PAZ
- quietação: Lv 26,6; Pr 17,1; 1Tm 2,2;
PAZ
Para haver paz é preciso que haja fidelidade à aliança e justiça entre os homens ( Sl 72,3-7;). Cristo veio a este mundo para trazer a paz ( Lc 2,14; Lc 8,48; Mc 5,25-34;), e reconciliar os homens com Deus ( Jo 14,27; Fl 4,4-9; Ef 2,14-17;). Unindo-se a Cristo, o homem participa desta paz ( 1Pd 5,14;). Por isso o cristão deve não só desejar aos outros esta paz ( Lc 10,5;), mas promovê-la efetivamente ( Mt 5,9;). 
PAZ
- compêndio de todos os bens: Is 57; Br 3,14; Sl 84,9-10;
PAZ
- é bênção: Nm 6,26;do Deus da paz: 2Cor 13,11; Fl 4,9; 1Ts 5,23;
PAZ
- é augúrio de saudação hebraica: Jz 18,15; 1Cr 12,19; Tb 5,10; Tb 12,17; Mt 10,12-13;
PAZ
- prometida na terra das promessas: Ex 18,23; Lv 26,5; Is 32,18; Jr 33,6;no Messias: Gn 49,10; Is 2,2-4; Is 9,5; Is 11,6-8; Is 42,2-3; Sl 71,3-7; Ez 34,25; Ez 37,26; Mq 4,1-3; Zc 9,10; Lc 1,79; Lc 2,14; Lc 2,29; Hb 7,2;
PAZ
- não é para os ímpios: Is 48,22; Is 57,21;nem se acha na falsa paz: Jr 6,14; Ez 13,10; Mq 3,5; Lc 17,26-30; 1Ts 5,3;mas é paz de conquista: Mt 10,34-39; Lc 12,51;é a sua, de Cristo: Jo 14,27; Jo 20,19-21;é ele: Ef 2,14;
PAZ
- pregada: At 10,36; Ef 6,15;e realizada: Tg 3,17-18;nele: Jo 16,33; Rm 5,1; Cl 1,20; Cl 3,15; Fl 4,7;como fruto do Espírito: Gl 5,22; Rm 14,17;por isso, estendida aos irmãos: Mc 9,50; Rm 12,18; Ef 4,3; Hb 12,14; 1Pd 3,11;
PAZ
- prêmio aos realizadores da paz: Eclo 1,16; Mt 5,9; 2Pd 3,14-15;definitivo: Sb 3,3; Sb 4,7; Lc 16,22; Hb 4,9; Ap 14,13; Ap 21,4;ver 'Sábado'.
PECA
hebraico, olhos abertos - 2Rs 15,25;
PECADO
O primeiro conceito de pecado está ligado à violação de um tabu ( Js 7,24-26; Js 9,20; 1Sm 15,3-32; 2Sm 1,14ss; 2Sm 6,1ss;). 
PECADO
- transgressão da lei de Deus: Eclo 15,14-17; Rm 5,14; 1Jo 3,4;cometida com advertência e consentimento: Tg 1,14-16;por conseguinte, revolta contra Deus: Sl 5,11; Is 59,2; Rm 5,19;ofensa a ele: Jr 3,25; Sl 50,6;e desprezo do seu amor: Is 1,2-3;
PECADO
No AT o pecado está ligado à relação do homem com Deus. O pecado implica em infidelidade à aliança, em traição ao amor de Deus, em separação da comunidade. Para Jesus, pecador é quem não observa a vontade de Deus expressa pela Lei ( Mt 9,13; Mt 19,17-29;). Jesus denuncia o pecado, mas é amigo dos pecadores ( Mt 11,19; Lc 15,1ss;) e lembra que Deus está pronto a perdoar ( Lc 11,4; Lc 15,1-34; Lc 18,13;). 
PECADO
- origem, ver 'Mal'.
PECADO
O pecado é a tentação do ser humano de dominar a Deus ( Gn 3,1-19; Eclo 3,26-29; Eclo 10,12ss; Jó 21,14-16; Jó 22,17ss; 1Sm 2,1-10;). 
PECADO
- o cabeça: Gn 3,6; Rm 5,12; 1Cor 15,21;no nosso íntimo: Sl 27,3; Mt 5,27-28;sede de malícia: Jr 3,17;e de paixões pecaminosas: Rm 7,5;
PECADO
O pecado é uma desobediência a Deus, um atentado contra o amor de uma pessoa ( Dt 11,16; Dn 9,5-9; Is 50,1;Os 2,4-9; Jr 3; Ez 16; Tg 4,4-10;). 
PECADO
- divisão original: Jó 14,4; Jó 15,14; Sl 50,7; Rm 3,9ss; Rm 3,22-23; Rm 5,12ss;conseqüências: Gn 3,7-8; Gn 3,12-13; Gn 3,16ss; Gn 19,23; Gn 4,8; Gn 6,3; Gn 8,21; Gn 11,7; Sl 13,2-3; Sb 2,24; Eclo 25,24; Rm 5,12-21; Rm 6,23; Rm 7,8; Rm 7,11; Rm 7,13; Rm 7,17ss; Gl 5,17; Ef 2,3; 1Jo 5,19;tirado por Cristo: Jo 1,29; Rm 3,23-24; Rm 5,9; Rm 5,15; Rm 6,3; Rm 7,24-25; Gl 8,11; Gl 3,22; Ef 2,5;
PECADO
Paulo descreve a origem do pecado, mal que aflige a humanidade toda ( Rm 1; Rm 2; Rm 3; Rm 4; Rm 5;), mas que encontra o remédio na redenção operada por Cristo ( Rm 6; Rm 7; Rm 8;). O pecado para ele é uma escravidão à Lei e ao mundo ( Rm 6,6; Rm 7,5-23; Gl 4,3;). Mas pela fé em Cristo e pela prática do amor ao próximo o cristão fica livre de todo pecado ( Rm 13,8-10; 1Cor 13,4-7;). 
PECADO
- atual: Jó 14,16-17; Jó 15,16; Sl 37,4; Pr 2,13-14; Pr 5,22; Is 1,4; Is 3,9; Jr 8,6; Br 4,28; Jo 8,34; Rm 2,5; Ef 4,19;
PECADO
Para João, o pecado por excelência é o 'príncipe deste mundo' ( Jo 3,19-21; Jo 8,44; Jo 16,11;). 
PECADO
- habitual: Pr 5,22; Sl 50,4; Mt 6,12; Rm 1,21; 1Jo 3,5; 2Pd 2,19;
PECADO
Do coração procede todo o pecado ( Ex 20,17; Jó 31,4-37; Mt 12,33-37; Mt 15,19ss;). 
PECADO
- mortal: Mt 23,24; Lc 6,41; 1Cor 6,9-11;que macula, tirando a graça: Jr 2,22; Ef 5,27; Tt 1,15;e causa a pena do dano e do sentido: Mt 25,14;ver 'Inferno'.
PECADO
Cristo veio por causa dos pecadores, não por causa dos justos ( Lc 12,1ss; Lc 5,32; Lc 19,1-10; Mt 9,1-13;). 
PECADO
- venial: Ecl 7,20; 1Jo 1,8; Tg 32;
PECADO
Pecado original ( Gn 3,1-24; Gn 11,1-9; Rm 5,12-21; 1Cor 15,21ss; Rm 3,23;). 
PECADO
- com gravidade diversa: Jo 19,11; Mt 5,22; Mt 11,22;
PECADO
- deve-se evitar o perigo dele: Eclo 3,25; Eclo 21,2ss;quando é grave: 1Cor 5,3-10;e pedir perdão: Eclo 21,1;
PECADO
- deve-se evitar as recaídas: Sl 77,40; Eclo 5,5; Am 1,6; Rm 6,13; Gl 5,1;que pioram a situação: Mt 12,43-45; Jo 5,14;com a perdição eterna: Hb 6,4ss;se se perde a confiança em Deus: Mt 18,22;
PECADO
- remissão somente Deus a pode dar: Ex 34,7; Sl 31,5; Is 43,25; Is 44,22; Jr 33,8; Mq 7,18; Mt 9,2ss; Lc 7,47-49;
PECADO
- remissão pelos merecimentos de Cristo: Is 53,4ss; Dn 9,24; Mt 1,21; Mt 9,2; Mt 20,28; Mt 26,28; Jo 1,29; At 2,38; At 10,38; At 10,43; Rm 4,25; 1Cor 6,11; 2Cor 5,21; Gl 1,4; Ef 1,7; Ef 5,26; Tt 2,14; Hb 1,3; Hb 9,12-14; 1Pd 1,18; 1Jo 2,12; Ap 7,14;
PECADO
- remissão e poder dado aos apóstolos: Mt 18,18; Jo 20,23;ver 'Penitência'.
PECADO
- contra o Espírito Santo: ver 'Espírito'.
PECADO
- é cometido de diversas maneiras: presunção de se salvar sem merecimento: Eclo 5,5-6;
PECADO
- desesperação da salvação: Mt 27,3-5;
PECADO
- impugnação de uma verdade conhecida: Hb 6,4-6; Hb 10,26; 1Jo 5,16;
PECADO
- inveja das graças alheias [odiosidade]: Lc 11,15; Jo 15,24;
PECADO
- obstinação no pecado: Jr 8,4ss;
PECADO
- impenitência final: Rm 2,5;
PECADOS
- que bradam ao céu: homicídio voluntário: Gn 4,10;contra a natureza: Gn 18,20; Gn 19,13;opressão dos derelitos: Ex 22,21-26; Eclo 35,13-18;salário defraudado: Dt 24,14-15; Tg 5,4;
PECADOS
- por ignorância: Lv 42; Lv 5,15; Nm 15,27; Sl 19,12-24;culpável: Jo 9,41; 1Cor 2,8;conseqüente de preconceitos: Lc 23,34; At 3,17; 1Tm 1,13;
PECADOS
- solidariedade na pena terrena: Gn 3,17-18; Nm 16,22; Js 7,1ss; Jz 20,1ss; 2Sm 24,1; 2Sm 24,15;
PECADOS
- capitais: ver 'Soberba', ver 'Avareza', ver 'Luxúria', ver 'Ira', ver 'Intemperança', ver 'Inveja', ver 'Acídia'.
PECAÍAS
hebraico, Jeová abriu os olhos - 2Rs 15,22;
PECODE
hebraico, castigo - Ez 23,23;
PEDAEL
hebraico, Deus salvou - Nm 34,28;
PEDAZUR
hebraico, rocha, Deus tem salvo - Nm 1,10;
PEDRA
- como cipo sagrado: Gn 28,18; Gn 28,22; Js 24,26;
PEDRA
- monumento: Js 4,20;
PEDRA
- altar: JT 13,18-19;
PEDRA
- litúrgica: Ex 28,9-12; Ex 28,17; Ex 28,21; Ex 28,29-30; Ap 2,17;
PEDRA
- angular: Sl 117,22;
PEDRA
- é o Messias: Is 28,16;Cristo: Mt 21,42; At 4,11; 1Pd 2,4; Rm 9,33;fundamento de salvação universal: 1Cor 3,11; 1Pd 2,6;em Pedro: Mt 16,18;para todas as pedras vivas nele: 1Pd 2,5; Ef 2,20-22;
PEDRA
- de tropeço para os renitentes: Is 8,14; Rm 9,33; 1Pd 2,9;
PEDRA
- indica estabilidade na punição definitiva: Ap 18,21;
PEDRO
Recebe um novo nome que significa a sua nova função ( Jo 1,41ss; Mt 16,17ss;). 
PEDRO
Ocupa o primeiro lugar como rocha da Igreja ( Lc 6,14; Lc 8,45; Lc 9,32ss; Lc 12,41; Mt 16,13-20; Jo 21,15-17;). É a primeira testemunha da ressurreição ( At 1,15-20;). 
PEDRO
Pedro faz-se missionário ( At 8,14-25; At 9,32ss; At 10,1-48; Gl 2,8;). 
PEDRO
Os milagres proclamam a sua ação messiânica ( At 3,1-8; At 9,31-43;). 
PEDRO
Predição, pecado e arrependimento de Pedro ( Mt 26,30-35; Jo 13,36-38; Jo 18,15-27; Mt 26,69-75; Lc 22,54-61;). 
PEDRO
grego, pedra, grego, rocha - Jo 1,42;
PEITORAL
Peça do ornamento do Sumo Sacerdote, vestida sobre o efod. Ver ( Ex 28,15-30;). 
PELAIAS
hebraico, Jeová ilustre - 1Cr 3,24;
PELALAIAS
hebraico, Jeová julgou - NE 11,12;
PELATIAS
hebraico, Jeová libertou - NE 10,22;
PELEGUE
hebraico, divisão - Gn 10,25;
PELETE
hebraico, libertação, velocidade - Nm 16,1;
PENIEL
hebraico, a face de Deus - Gn 32,30;
PENINA
hebraico, coral - 1Sm 1,2;
PENITÊNCIA
É metanóia -conversão -mudança de vida ( 2Sm 12,14-23; Is 1,16-19; Jl 2,12-19; Ez 18,30ss; Ez 33,10ss; Lc 13,4ss; Lc 24,46ss; Mt 3,2; Mt 3,8; Mt 11,21ss; Lc 13,3; Ap 2,5; At 3,19; Ef 4,20-24; 1Jo 1,8-10;). 
PENITÊNCIA
- virtude: é o movimento de desapego do mal: Ez 18,30-31; Mt 3,2; Mt 3,8; Lc 13,5; Lc 16,29-30; Ef 4,22;e de regresso a Deus: Lc 15,7; At 20,21; At 26,20; Ef 4,23;
PENITÊNCIA
A penitência deve ser interior ( Is 58,5-7; Jr 4,4; Jr 9,24ss; Rm 2,29; Cl 2,11; Gl 5,6; Gl 6,15;), mas manifesta-se também em ritos exteriores ( Lv 4; Lv 5; Lv 16,1-19; Nm 29,7-11; Lc 5,8; Lc 18,9;). 
PENITÊNCIA
- isto é, conversão do coração: Sl 50,19; Eclo 3,30; Lc 7,47; 1Pd 4,8;que implica a disposição para satisfazer: 2Sm 12,14;
PENITÊNCIA
É uma virtude: ( Dt 4,9; Jó 42,6; Sl 51,10; Eclo 2,18; 1Cor 11,31; Cl 3,9;). 
PENITÊNCIA
- condição para a salvação: Is 58,1-7; Jr 7,1-16; At 3,19; At 10,43;que Deus deseja: Ez 18,23; Ez 33; Ez 10; Ez 11; Sb 11,23-26; Rm 11,32; 1Tm 2,4; 2Pd 3,9;suscita: Lm 5,21; Jr 24,7; Jr 31,18-19; Br 2,31-33; Ez 6,9; Ez 36,25; Mt 11,21-24; Rm 2,4;torna eficaz: Ez 18,32; Ez 36,26; 1Jo 2,1-2;perdoando: Sl 50,9; Lc 129; Lc 24,47; At 5,31;justificando: Ez 18,22; At 3,19; 2Cor 7,10; 1Jo 1,9;renovando a vida: Ez 18,21; Ez 18,27-28; At 11,18; Ef 4,24; Ap 2,5;
PENITÊNCIA
O Batismo - sacramento da penitência ou da conversão: Batismo de João ( Mt 3,6; Mc 1,4ss; Lc 3,3-14;). Batismo cristão ( At 2,38; At 3,19; At 5,31; At 11,18; At 17,30; At 22,16; At 26,20;). 
PENITÊNCIA
- orientada para o Sacramento: instituído por Jesus: Jo 20,21-23;cf. Mt 16,19; Mt 18,18;
PENITÊNCIA
- ver 'Conversão', ver 'Pentecostes'.
PENITÊNCIA
- sentido do nome: Lv 23,16;
PENITÊNCIA
- festa das semanas: Ex 34,22; Lv 23,15; Dt 16,9; Tb 2,1;e da colheita: Ex 23,16; Lv 23,16;
PENITÊNCIA
- rito: Lv 23,17-21; Nm 28,26;com chamamento à fraternidade: Lv 23,22; Dt 16,10-11;
PENITÊNCIA
- cristã: At 2,1-4;é perene: Mt 10,20; Jo 3,34; Jo 14,16-17; Jo 16,7ss; At 4,31; At 6,8; At 7,55; At 9,31; At 10,44-48; Rm 8,9; 1Cor 2,12; 1Cor 3,16; Ef 1,13-14; 2Pd 1,21;
PENSAMENTOS
Podem ser pecaminosos ( Pr 6,18; Sb 1,3; Zc 8,17; Mt 15,19; Hb 4,12;). É preciso evitá-los ( Sl 1,2; Sl 39,4; Sl 85,9; Sl 119,92; Sl 119,97; Rm 1,19ss;). 
PENTATEUCO
O termo vem do grego e significa 'cinco rolos', isto é, os cinco primeiros livros da Bíblia, chamados também 'Lei de Moisés' ( 2Cr 23,18;) ou 'Lei' ( NE 8,2;). Os samaritanos reconhecem apenas o Pentateuco como canônico. Ver Introdução geral . 
PENTECOSTE
grego, qüinquagésimo - At 2,1;
PENTECOSTES
ver 'Festa'. 
PENUEL
hebraico, a face - Jz 8,8;
PEOR
hebraico, fenda ou abertura - Nm 25,18;
PERAZIM
hebraico, brechas - Is 28,21;
PERDÃO
O poder de perdoar é um poder messiânico, pertence ao 'Messias-Juiz' ( Is 33,24; Jr 31,34; Jr 33,8; Ez 16,63; Ez 36,25-33;). Está ligado ao dom do Espírito ( Ez 36,27; Is 11,1-3; Jo 20,19-23;). É um poder do Filho do homem ( Mt 9,3-7; Lc 7,48ss;cf. Dn 7,13ss;). 
PERDÃO
O perdão de Deus está subordinado à fé do pecador arrependido ( Mt 9,1-8; Lc 5,17-26; Lc 7,48-50; At 10,42ss; At 13,38; At 26,18;). Esta fé pode ser também a de uma comunidade ( Mc 2,2-5;). 
PERDÃO
O poder de perdoar dos ministros da Igreja ( Mt 9,8; Mt 16,19; Mt 18,28; Jo 20,19-23;). 
PERDÃO
Os cristãos devem ser portadores do perdão de Deus ( Mt 5,23-26; Mt 6,12-15; Mt 18,21-25; Lc 11,4; Lc 17,3ss; 2Cor 2,5-11;). Devem perdoar até aos inimigos ( Eclo 28,1-7; Mt 5,44ss; Mt 6,12; Mt 18,21-35; Lc 6,36; Lc 17,3; Rm 12,17-19; Ef 4,32; 1Ts 5,15; 1Pd 3,9; 1Jo 2,11;).
PERÉA
hebraico, terra de além - Mt 4,15;
PEREGRINAÇÃO
O Êxodo é uma peregrinação para a Terra Prometida, para o país da liberdade. As peregrinações a Jerusalém situam-se neste movimento ( Sl 48; Sl 84; Sl 121; Sl 122; Dt 16,16ss; Lc 2,41;). Também o regresso do Exílio é previsto como uma peregrinação processional ( Is 35,6-10; Is 60; Jr 31,12-14; NE 12,31-40;). 
PEREGRINAÇÃO
A entrada dos pagãos na Igreja é descrita como uma peregrinação-procissão (cf. Is 60; Mt 2,1-12;). 
PEREGRINAÇÃO
A procissão da Arca da Aliança ( 1Rs 8,1-4; Sl 131; 2Cr 5,2-5;) renova-se com a subida de Cristo a Jerusalém ( Lc 2,22-51; Lc 19,28-38;). 
PEREGRINAÇÃO
Lc apresenta o ministério de Cristo como uma subida a Jerusalém ( Lc 9,51-53; Lc 13,22; Lc 13,33; Lc 17,11; Lc 18,31;). 
PEREGRINAÇÃO
E a missão dos apóstolos é descrita como uma peregrinação da Palavra, de Jerusalém a Roma ( At 1,8; At 8,1; At 10,1-48; At 11,19-21; At 13,1-51; At 27,1ss; At 28,30-31;). 
PEREGRINAÇÃO
Também João constrói o seu Evangelho sobre as 'subidas'de Cristo a Sião ( Jo 2,13; Jo 5,1; Jo 7,1-10; Jo 10,22ss; Jo 12,12;). Mas, na sua última peregrinação Cristo deixa a cidade, caminhando para a Cruz ( Jo 19,16ss;). 
PEREGRINAÇÃO
A meta da nossa peregrinação é a Jerusalém celeste, onde Cristo está ressuscitado ( Ap 7,1-11; 1Pd 2,11ss; Hb 11,8-16;). Por isso, Cristo e o cristianismo são 'caminho' ( Jo 14,4-6; At 9,2; At 19,9; At 19,23; At 22,4; At 24,22;). 
PEREGRINO
- o homem de passagem sobre a terra: Gn 47,9; Ex 6,4; Sl 38,13; Sl 118,19; Hb 11,8ss; Hb 10,13;
PEREGRINO
- o povo de Israel no deserto: Js 14,10;guiado* por Deus: Sb 18,3; Sl 77,14; Sl 104,39;também na terra prometida: Jr 35;
PEREGRINO
- o hebreu piedoso em caminho para o santuário: Sl 83,6-8; Sl 121;
PEREGRINO
- o cristão na caminhada para o céu: 2Cor 5,1-8; 1Pd 1,17; 1Pd 2,11;
PERES
hebraico, singular de Parsim - Dn 5,28;
PEREZ
hebraico, separação, distinção, brecha – Gn 46,12;
PEREZ-UZÁ
hebraico, brecha de Uzá ou castigo de Uzá - 1Cr 13,11;
PERFEIÇÃO
No AT: ( Gn 17,1; Lv 11,44; Lv 19,2; Lv 20,7; Lv 20,26; Nm 15,40; Dt 7,6; Dt 18,13; Js 24,14;). 
PERFEIÇÃO
- suprema: 1Jo 4,16;
PERFEIÇÃO
A perfeição dos escribas e fariseus estava no cumprimento da Lei ( Sl 119; Jó 1,1; Lc 1,6; Lc 18,9-14; Jo 5,44; Rm 10,3ss; Gl 3,10ss;). 
PERFEIÇÃO
- consiste na caridade: Cl 3,14;ilimitada na extensão: Mt 5,44-46; 1Cor 10,31;e na intensidade: Mt 22,37-39; Jo 15,13;sumamente eficaz: 2Cor 5,14; 2Cor 12,15;síntese perfeita: Mt 22,40; Rm 13,8-10;
PERFEIÇÃO
A perfeição cristã está no amor que é Deus em Cristo ( Mt 5,48; Lc 6,36; Cl 3,14; 1Cor 11,1; Fl 2,5-8; 1Ts 4,1-4; 1Pd 2,21-25; 1Pd 3,18; 1Jo 3,24;). 
PERFEIÇÃO
- é o fim de todos: Lc 9,23; Jo 17,21;as chamadas particulares só dizem respeito aos meios: Mt 8,22; Mt 9,9; Mt 19,11; Mt 19,21; Lc 8,39;
PERFEIÇÃO
- progressiva nesta vida: Rm 6,20-22; 1Cor 3,1-3; 2Cor 12,9ss; Hb 12,4;resta a ideal: Fl 3,12-16;alcançável através da cruz: Lc 14,26; Lc 17,33;
PERFEIÇÃO
- adquirida com os preceitos, condição indispensável: Jo 14,15;e com os conselhos ver 'Conselhos', meios mais idôneos para o serviço livre da caridade: 2Cor 3,17; Jo 8,31-32;mas um só fim: Mt 19,16; Lc 10,42; Rm 6,22;uma única aspiração: 1Jo 4,19-21;uma só lei: Mt 5,48;
PERFEIÇÃO
- tudo se reduz à imitação de Cristo: Mc 8,34;
PERFIDIA
hebraico, deslealdade, traição - Jr 3,20;
PERGAMINHO
Pele de cabra, ovelha ou de outro animal, que é raspada e polida para servir de material de escrita. O método de preparar o pergaminho foi inventado e aperfeiçoado na Ásia Menor, graças a um boicote. O rei de Pérgamon (hoje Bérgama, na Turquia), Ecumênio II [197-159 aC], queria fazer da biblioteca real de 200.000 manuscritos a maior biblioteca do mundo. Diante destes esforços, o rei do Egito boicotou a exportação de papiro, para salvaguardar a primazia cultural de Alexandria. O novo material de escrita inventado em Pérgamon foi chamado 'pergaminho'. Em razão de sua durabilidade difundiu-se no mundo greco-romano. Os mais antigos códices da Bíblia são de pergaminho. ver 'Manuscrito'.
PÉRGAMO
grego, cidadela, burgo - Ap 2,12;
PERGE
grego, mui mundano, cidadela ou burgo – At 13,13;
PERIDA
hebraico, separado - NE 7,57;
PERIZEUS
hebraico, aldeões - Js 1,4;
PERJÚRIO
- e falso juramento: 1Sm 19,6-11; Jr 52; Jr 7,9; 1Mc 6,62; 1Mc 7,15; 1Mc 7,18; 1Mc 11,50-53; 2Mc 4,35; Mc 14,71;
PERJÚRIO
- proibição e condenação: Lv 19,12; Zc 5,3; Zc 8,17; Ml 3,5; 1Tm 1,10;
PERSEGUIÇÃO
É a sorte dos profetas ( 1Rs 19,1-18; Jr 13; Jr 14; Jr 15; Jr 16; Jr 17; Jr 18; Is 28,9ss; Lc 11,49ss; Mt 22,6ss; Mt 23,34-39; At 7,51ss;). 
PERSEGUIÇÃO
Cristo é o Servo de Javé perseguido ( Is 53; Sl 69; Mt 2,13-21; Mc 3,6; Mc 3,22; Lc 4,28-30; Jo 11,47-54; Jo 16,1-4; Mc 14,43ss; Mc 15,1-47; At 8,26-35;). 
PERSEGUIÇÃO
A perseguição é um exercício expiatório da Igreja ( Fl 3,10; Rm 8,17; 1Pd 4,13;); é a glória dos discípulos de Cristo ( Mt 5,10-12; Mt 10,17-22; Rm 8,35; 1Cor 4,12;2 1Cor 4,9; 1Cor 12,10; 2Tm 3,12;). 
PERSÉPOLIS
grego, cidade de Perseu - II Mac 9,2;
PERSEU
grego, destruir, arquear, aniquilar - Esd 5,57;
PERSEVERANÇA
A perseverança bíblica é a confiança em Deus e resistência ao mal ( Sl 25,2; Eclo 22,18; Tg 5,10ss;). 
PERSEVERANÇA
O justo persevera, esperando a intervenção de Deus ( Jó 6,8-13; Jó 15,31; Mt 24,13; Mc 13,13;). 
PERSEVERANÇA
Perseverança nas boas obras ( 2Cr 15,7; Eclo 2,16; Eclo 5,11ss; Ez 33,18; 1Cor 15,58; 2Ts 2,2; 2Ts 3,13; Tg 1,8;). 
PERSEVERANÇA
Perseverança na fé ( At 14,21ss; 1Cor 16,13; Ef 4,14; 1Tm 1,19; Hb 10,38;). 
PERSEVERANÇA
Perseverança na vocação ( Pr 27,8; Eclo 11,23ss; 1Cor 7,20; Hb 3,14; Hb 10,23;). 
PERSEVERANÇA
Perseverança na graça especial ( 1Cor 1,8; Ef 6,10; 1Ts 5,24;). 
PERSEVERANÇA
Prêmio da perseverança ( Mt 10,22; Rm 2,6ss; 1Tm 3,16; Ap 2,10; Ap 3,21;). 
PÉRSIA
grego, que corta ou destrói, o que saqueia - 2Cr 36,20;
PÉRSIDE
grego, - Rm 16,12;
PERSIS
grego, que corta, destrói, - Rm 16,12;
PERUDA
grego, separada ou eminente - Esd 2,25;
PETAIAS
hebraico, Jeová abre, ou libertou - 1Cr 24,16;
PETAQUIAS
hebraico, solto do Senhor - NE 11,24;
PETOR
hebraico, abertura - Nm 22,5;
PETUEL
hebraico, nobre disposição de Deus - Jl 1,1;
PEULETAI
hebraico, laborioso ou obra do Senhor - 1Cr 26,5;
PEULTAI
hebraico, obra do Senhor - 1Cr 24,5;
PI-BESETE
egípcio, habitação da deusa Bast – Ez 30,17;
PI-HAIROTE
egípcio, lugar de juncos ou casa de caniços - Ex 14,2;
PIEDADE, RELIGIÃO
- virtude pela qual os piedosos: Sl 31,6; Sl 85,2; 2Cr 32,32; Jó 4,6; NE 13,14; Eclo 49,3; At 8,2; Lc 1,6;tributam a Deus o culto devido: Hb 12,28;
PIEDADE, RELIGIÃO
- Cristo dá as normas da piedade: Mt 6,1-18; Lc 18,1-14; Rm 12; 2Cor 8; 2Cor 9; Fl 4;e o exemplo: Hb 10,7; Lc 23,46;
PIEDADE, RELIGIÃO
- exprime-se no culto de latría: ver 'Culto', que deve ser: interno: ver 'Devoção', ver 'Oração'; e externo: ver 'Abstinência', 'Jejum', 'Esmola'.
PIEDADE, RELIGIÃO
- não deve ser orgulhosa: 1Tm 6,34; Tt 1,1;superficial e falsa: Os 6,4; 2Tm 3,5;interesseira: 1Tm 6,5;mas perseverante: Eclo 7,10; 1Tm 4,7; 1Tm 6,11;
PIEDADE, RELIGIÃO
- tudo pode: Sb 10,12; 1Tm 4,8;é lucro: 1Tm 6,6;penetra o mistério de Deus: 1Tm 3,16; 2Pd 1,3;
PIEDADE, RELIGIÃO
- é santidade: 1Tm 22; 2Tm 3,12; Tt 2,12; 2Pd 3,11;
PIEDADE, RELIGIÃO
- doação: dispõe o homem para adorar a Deus como Pai: Rm 8,15;ver 'Temor de Deus'.
PIEDADE, RELIGIÃO
- pecados a ela contrários: Adivinhação, Idolatria, Magia, Sacrilégio, Sintonia, Superstição, Tentação de Deus, Blasfêmia, Perjúrio, Festa; ela não deve ser profanada.
PIEDADE, RELIGIÃO
- para com os pais e com a pátria: ver 'Filhos', ver 'Pátria'.
PIEDADE, RELIGIÃO
- no sentido de misericórdia: Ex 20,6; Ex 23,11; Lv 19,9; Lv 25,2-7; Lv 26,41-44; Sl 135;MI 1,9; Eclo 4,1-10; Mt 9,27; Mt 14,14; Lc 15,32; Lc 18,28;
PILA
hebraico, servidão - NE 10,24;
PILATOS
latim, armado com um dardo de chapéus, dois escravos, libertador - Mt 27,2;
PILDAS
hebraico, lâmpada de fogo - Gn 22,22;
PILEIA
hebraico, servidão ou culto - NE 10,24;
PILHAS
hebraico, fatia - NE 10,24;
PILTAI
hebraico, libertação do Senhor - NE 12,17;
PINOM
hebraico, distração - Gn 36,41;
PIRA
latim, fogueira, cadáveres - Is 10,33;
PIRAO
hebraico, asno montês - Js 10,3;
PIRATOM
grego, vingança justa ou juiz - Jz 12,15;
PIRRO
latim, fogo, grego, que tem cabelo avermelhado - At 20,4;
PISGA
hebraico, divisão, ou rocha fendida - Dt 34,1;
PISÍDIA
grego, peixe - At 13,14;
PISON
hebraico, grande difusão de água - Gn 2,11;
PISPA
hebraico, dispersão - 1Cr 7,38;
PITOM
egípcio, morada de Tum (deus egípcio) ou lugares cercados - Ex 1,11;
PLÊIADES
sete estrelas - Jo 38,3;
PLENITUDE
A vinda de Cristo constitui a plenitude dos tempos ( Gl 4,4; Ef 1,10;). 
PLENITUDE
Pela sua ressurreição, Cristo torna-se Cabeça da Igreja e do Universo ( Cl 1,15-19; Cl 2,9-15; 1Cor 15,20ss; Ef 5,25; Cl 2,9; Jo 1,14;). 
PLENITUDE
A Igreja é a plenitude de Cristo ( Ef 1,22ss; 1Cor 12,6; 1Cor 15,28; Cl 3,11;). 
PLENITUDE
Os carismas, a fé e a caridade tornam os cristãos participantes da plenitude de Cristo ( Ef 4,11-13; Ef 1,17-19; Ef 3,17-19; Ef 4,10-13;). 
PLENITUDE
A caridade é a plenitude de todas as virtudes ( Rm 13,8-10; Ef 1,10; Cl 3,14;). 
POBRE
'Pobre' na Bíblia traduz o termo grego ptochós que, por sua vez, é a tradução de vários termos hebraicos com conotações diferentes. Pobre pode significar alguém que é dependente, está a serviço, perdeu a propriedade fundiária por causa da injustiça e opressão; é também o fraco, sem peso social, o mendigo, o sem-teto, o indigente. O orante, nos salmos de lamentação individual [Introdução ao Livro dos Salmos], apresenta-se como 'pobre e miserável', isto é, injustiçado por sua fidelidade a Deus e totalmente dependente de Deus, a quem implora auxílio.
POBRE
- ante o homem: Dt 15,7; Dt 15,11; Dt 24,14; Mt 26,11; Lc 14,13; Lc 16,20; Tg 2,2;
POBRE
Em Israel a propriedade tinha um fim eminentemente social. Por isso, a pobreza prolongada é vista como fruto da injustiça, uma desobediência a Deus que leva à falência da sociedade. O único proprietário da terra é Deus. Por isso o latifúndio de alguns, à custa da miséria de outros, é intolerável. 
POBRE
- em face de Deus: Is 41,17; Sl 24,16; Sl 33,3; Sl 39,18; Sl 68,34; Sl 108,31;não orgulhoso: Eclo 13,24;aberto à libertação: Lc 1,53; Lc 2,25; Lc 2,36-38;recebe a boa-nova: Mt 5,3; Mt 11,5; Lc 2,8-14; Lc 4,18; Lc 6,20; Lc 7,22;ver 'Esmola', ver 'Riqueza'.
POBRE
Para combater a pobreza e a ganância, criaram-se leis sociais humanitárias:
a. a libertação, no sétimo ano, dos israelitas que caíram em servidão por causa de dívidas ( Ex 21,2;);
b. no sétimo ano a terra não era cultivada pelos donos e as colheitas pertenciam aos pobres ( Ex 23,10ss;);
c. proibia-se a opressão e exploração dos pobres ( Ex 22,22-26;);
d. condenava-se a manipulação da lei em prejuízo dos pobres ( Ex 23,6-9;).
POBRE
- Cristo: Lc 9,58;que ensina a pobreza: Mt 10,8-10; Lc 12,15; Lc 12,33; Lc 14,33;
POBRE
O próprio Deus se apresenta como defensor dos pobres e oprimidos, ele que libertou Israel da opressão do Egito ( Ex 22,21ss; Ex 23,9;). 
POBRE
Os profetas Amós ( Am 2,7; Am 4,1; Am 5,11; Am 8,4;), Isaías ( Is 3,14ss; Is 5,8ss; Is 10,2;) e Miquéias ( Mq 2,2; Mq 3,2-4;) denunciaram a opressão dos pobres e miseráveis, pecado que levou à ruína do reino de Judá ( Ez 22,29;). 
POBRE
No NT a mensagem de Jesus se dirige especialmente aos pobres ( Mt 11,5; Lc 4,18;). Chama-os de 'bem-aventurados' ( Mt 5,3; Lc 6,20;), mas critica os ricos satisfeitos com sua riqueza ( Lc 6,24-26;cf. Tg 2,2-7;). Dos ricos exige desapego dos bens e o uso social dos mesmos ( Mc 10,17-27;cf. Lc 19,8;). No juízo final o cristão será julgado pela maneira como tratou os pobres e necessitados ( Mt 25,31-46; Tg 2,13;). ver 'Ano Jubilar'. 
POBREZA EVANGÉLICA
Natureza: ( Mt 10,9; 1Cor 7,29-31; Fl 3,8; 1Tm 6,7ss;) vantagens: ( Ecl 5,14; Eclo 20,21; Mt 19,21-24; Lc 6,20; Lc 14,33; Lc 18,28-30; 1Cor 9,25;) exemplos: ( Lc 5,11; At 2,44ss; At 4,32-35; 2Cor 6,10;). 
PODER DAS CHAVES
- investidura de mordomo: Is 22,22;
PODER DAS CHAVES
- sumo a Pedro: Mt 16,19;ver 'Pedro', seu primado.
PODER DAS CHAVES
- sumo no céu o de Cristo: Ap 3,7;
PODER DAS CHAVES
- Pomba
PODER DAS CHAVES
- anuncia nova vida: Gn 8,8-12;
PODER DAS CHAVES
- no batismo de Jesus: Mt 3,16; Mc 1,10; Lc 3,22; Jo 1,32;
PODEROSO
hebraico, Shadai, forte - Gn 10,8;
PÓLUX
grego, astro, constelação boreal ou deus estrela - At 28,11;
PÔNCIO
latim, amante de carne de porco - Mt 27,2;
PÔNCIO FESTO
latim, festivo, alegre, jubiloso – At 24,27;
PÔNCIO PILATOS
Foi governador [procurador] romano da Judéia do ano 26 a 36 dC. Pelo fato de ter usado do dinheiro do templo para construir um aqueduto [adutora], e pela violência com que reprimiu os samaritanos, acabou sendo deposto. Nos Evangelhos é conhecido como juiz no processo de Jesus ( Mt 27; Jo 18; Jo 19; At 3,13; 1Tm 6,13;). 
PÔNCIO PILATOS
latim, armado com um dardo – Mt 27,2;
PONTO
grego, o mar - At 2,9;
POQUERETE
hebraico, que enreda - Esd 2,57;
POQUERETE-HAZEBAIM
hebraico, caçando gazela - Esd 2,57;
PORATA
hebraico, que tem muitos carros ou ornamento - Est 9,8;
PORTA
As cidades mais importantes eram cercadas por muralhas. A saída e a entrada da cidade eram controladas por uma ou mais portas. A porta, além de significar segurança ( Sl 87,2;), tornou-se também um lugar público onde se faziam negócios, decidiam-se questões judiciais ( Rt 4;). Em sentido simbólico, Jesus comparou-se à porta, pois somente por ele temos acesso às realidades celestes e recebemos os dons divinos ( Jo 10,7;). 
PORUDA
hebraico, espalhada - Esd 2,55;
POSTES SAGRADOS
Chamados também 'estacas sagradas'ou 'estacas da idolatria', são símbolos de Asera, deusa fenícia da vegetação, considerada como companheira do deus da fertilidade, Baal. Em geral o seu símbolo é uma árvore verde. Na falta desta, podia ser uma estaca ou poste de madeira. 
POTÉOLI
grego, poços pequeninos - At 28,13;
POTESTADES
ver 'Dominações'. 
POTIFAR
egípcio, que pertence ao sol ou promessa de touro - Gn 37,36;
POTÍFERA
egípcio, que pertence ao sol ou sacerdote - Gn 41,45;
POVO DE DEUS
A expressão 'povo de Deus' está ligada à terminologia da aliança ( Rm 9,24ss;Os 1,9; Os 2,25; 2Cor 6,16; Hb 4,9; Hb 8,10; Jr 31,33; 1Pd 2,10; Ap 18,4; Ap 21,3;). 
POVO DE DEUS
- nasce com a Aliança: Ex 24,3-11;cf de Ex 24,8;que está baseado na Promessa: Gn 12,2; Gn 18,18;
POVO DE DEUS
- escolhido gratuitamente entre os outros povos: Ex 19,5; Lv 20,24; Dt 4,7-8; Dt 10,15; Dt 14,2; Dt 26,18;entre os quais é o primogênito: Ex 4,22-23; Is 51,4-5;cf. Ex 55,4-5;torna-se o 'seu' povo: Ex 3,7; Ex 5,1; 1Sm 6,7; 1Sm 12,22; 2Sm 7,23; Is 43,1;que se adorna do "seu nome": Dt 28,10; Jr 14,9; Jz 5,13; 1Sm 2,24; 2Sm 5,8; 2Sm 6,21; 1Rs 8,43; 2Rs 9,6; 2Cr 6,33; 2Mc 7,14; Sl 99,3; 2Mc 8,15;
POVO DE DEUS
- portanto, é sua herança: Dt 4,20; Dt 9,26; Dt 9,29; Dt 32,9; 1Sm 10,1;
POVO DE DEUS
- a ele consagrado: Ex 19,6; Lv 20,26; Dt 7,6-8; Dt 28,9; Is 61,6;e por isso deve ser santo: Lv 19,2;e andar sempre na presença de Deus: Ex 28,29-30;
POVO DE DEUS
- na terra prometida alcança a unidade política no reinado de Davi: 2Sm 5,1-3;que se desfaz no reinado de Roboão: 1Rs 12,1ss;
POVO DE DEUS
- exilado porque se tornou infiel a Deus: Ex 32,9; Is 2,12; Is 6,5; Is 29,13; Jr 13,11;continua a ser seu povo o Resto que observa a lei: Is 26,1-6; Sf 3,12-13; Esd 4,3-4; Esd 9,8; Esd 10,8; Esd 10,11; NE 9,33-34;e início de um novo povo: Is 6,11-12; Ez 36,8-12;ver 'Resto.'
POVO DE DEUS
- os cristãos: Lc 1,17; At 18,10; 1Pd 2,9-10;povo de Deus formado de judeus e gentios: At 18,4-8; Rm 9,24-25; 2Cor 6,16;uno: At 15,16-17; Gl 3,28; Ef 2,11-22;verdadeiro e santo: Jr 31,33; Ez 37,27; Tt 2,14; 1Pd 2,5;definitivo: Dn 7,27; Hb 4,9; Ap 21,3;
POVO DE DEUS
- no sentido de tropa: 1Sm 13,7; 1Sm 18,13; JT 7,23;
PRECE
- elevação da alma a Deus: 1Sm 2,1; Tb 13,1;cf. Tb 12,6-10;
PRECE
- necessidade: Sb 16,28; Mt 6,9; Mt 26,41; Mc 11,24; Jo 16,24; Ef 6,18; Cl 3,16; Tg 5,13-15;porque todo dom vem de Deus: Rm 8,32; 1Cor 10,13; Tg 1,17;
PRECE
- eficácia baseada: na fidelidade de Deus à antiga aliança: Ex 32,11-13; Ex 34,9; Nm 11,15ss; Dt 10,10-11;e à nova: 1Jo 3,22;ver ''; isto é, na união a Cristo: Mt 18,19-20; Gl 2,20; Cl 3,17; Jo 14,13-14; Jo 15,7; Jo 15,16; Jo 16,23-24;mediador das nossas orações: Rm 8,34; Hb 7,25;ao Pai: Mt 6,9-13;cf. Lc 23,46; Jo 17,1;por meio do Espírito Santo: Rm 8,15-16; Rm 8,26-27; Gl 4,6; Jd 1,20-21;
PRECE
- acompanhada da adesão à sua vontade: Ex 32,31-35; Ex 33,12-17; Nm 14,13-25; Nm 21,7-9; Dt 9,18-21; Jr 31,31-34; Sl 49,16-23; Dn 9,3-19; Mt 6,8; Mt 6,10; Mt 26,39; 2Cor 12,8ss; 1Jo 5,14-16;
PRECE
- apresentada pelos anjos: Tb 12,12; Ap 5,8;
PRECE
- ouvida a dos justos: Gn 18,22ss; Gn 20,17; Ex 33,17; Is 38,1-8; Jó 42,8; Tg 5,17-18;dos arrependidos: Lc 18,14; Lc 23,42-43;não dos impenitentes: Pr 28,9; Jo 9,31;
PRECE
- condição, não mecânica: Am 5,23; Is 29,13; Pr 15,8; Ecl 5,1; Mt 6,7;
PRECE
- condição, reta: Sl 65,18; Tg 4,3;
PRECE
- condição, humilde e profunda: Ecl 4,17; Mt 6,5; Lc 6,5; Lc 15,19; Lc 15,21; Lc 18,11-13;cf. Mt 14,23; Lc 5,16; Lc 9,18;
PRECE
- condição, confiante e perseverante: Eclo 7,10; Mt 7,7-11; Mt 17,20-21; Mt 21,22; Lc 11,5-9; Lc 18,2-8; Rm 12,12; 1Ts 5,17; Cl 4,2; Hb 4,16; 1Pd 4,7; Tg 1,6-8;
PRECE
- pronta: Sl 5,4; Sl 54,18; Sl 56,9; Sl 87,14; Sl 91,3; Sl 118,147; Dn 6,10; Sb 16,28; At 3,1;
PRECE
- pública: 1Rs 8,23-53; Sl 39,10-11; Sl 117; At 6,4; 1Tm 2;cf. Mt 26,30;
PRECE
- privada: Mt 18,20;particular: 1Sm 1,15;
PRECE
- fim e objeto: ver 'Culto': a honra a Deus: Nm 14,15-17; Is 37,14-20; Sl 21,6; Sl 49,15;ver 'Glória'; o Reino: Mt 6,10; Mt 6,33; Ap 6,9-11; Ap 22,17; Ap 22,20;a unidade: Jo 17;impetração de qualquer graça: Gn 24,12-14; 1Sm 1,17; Sl 5; Sl 33,16; Sl 53,3-6; At 68,2ss; At 7,59; Fl 4,6;do perdão: Sl 31; Eclo 50; Eclo 39,5;agradecimento: Gn 24,27; Sl 29,5; Sl 34,18; Sl 34,27-28; Sl 53,8-9; Lc 56,9; 1Cor 65,107; Lc 17,11-18; 1Cor 1,4; Ef 5,19-20; Ap 4,9; Lc 7,12;cf. Lc 10,21;
PRECE
- pelos irmãos: Rm 12,13; Rm 15,30; Tg 5,16;pelos inimigos: Mt 5,44; Lc 6,28;cf. Lc 23,34;pelos defuntos: ver 'Defuntos'.
PREDESTINAÇÃO
É o plano e o conhecimento prévio que Deus tem de nossa salvação: ( Sb 15,7; Eclo 33,10-14; Mt 20,16; Rm 8,28-30; Ef 1,5; 2Tm 2,20;). É um mistério: ( Eclo 3,22ss; Jo 15,16; Rm 9,14-21; Rm 11,5ss;). O conhecimento prévio que Deus tem de nossa salvação não tolhe nossa responsabilidade e deve provocar uma atitude de temor e de confiança: ( Ecl 9,1ss; Jo 3,16ss; Rm 11,20; 1Cor 4,4; Fl 2,12; 1Tm 2,4; 1Tm 4,10; 2Pd 1,10;).
PREGAÇÃO
A pregação neotestamentária tem três objetos centrais: 
PREGAÇÃO
O Evangelho ou o anúncio do Reino aos pobres ( Lc 4,16ss; Lc 22,43; Lc 6,20-23; Mc 1,1; Mt 3,2; Mt 4,23; Mt 11,2-6; At 13,32ss; Is 40,9-15; Is 61,2;). É o anúncio do 'mistério', do plano de Deus, realizado em Cristo e na Igreja e inclui também o que Jesus disse e fez ( At 1,1ss; 1Cor 1,17-25; 1Cor 15,3-5; Cl 1,24-29; Cl 4,2-4; Ef 3,1-7; Rm 1,1-6;). 
PREGAÇÃO
O convite à conversão e à participação no banquete messiânico ( Pr 9,2-5; Mt 22,2-10; Mt 25,6; Jo 2,2;). 
PREGAÇÃO
O 'nome'de Jesus, isto é, a sua elevação à categoria de 'Senhor' [Kyrios], título obtido pela sua morte e ressurreição ( Rm 1,4ss; At 8,12; At 5,41ss;). 
PREGUIÇA
Corporal: ( Pr 6,6-11; Pr 12,11; Ez 16,49ss; 1Tm 5,11-13;) espiritual: ( Mt 21,19; Mt 25,24-30; Hb 12,1-3;). ver 'Trabalho'. 
PREGUIÇA
- Pr 26,13-16; Ecl 11,4;
PREGUIÇA
- danos: Pr 10,5; Pr 10,26; Pr 18,9; Pr 19,15; Pr 21,25; Pr 24,30-34; Ecl 10,18;
PREGUIÇA
- desprezada: Eclo 22,1-2;
PREGUIÇA
- deve ser evitada: Rm 12,11;
PREGUIÇA
- punida: 2Ts 3,10-11;
PREGUIÇA
- ver 'Operosidade'.
PRESBÍTERO
ver 'Anciãos', ver 'Ministérios'. 
PRESENÇA DE DEUS
- onipresente: 1Rs 8,27; Jó 11,7; Sl 138,7-10; Sb 1,7; Mt 6,6; Ef 4,6; At 17,27-28;
PRESENÇA DE DEUS
- especial, no meio de seu povo: Ex 13,22; Ex 17,7; Lv 26,11-12; Dt 4,7; Dt 23,15;o qual deverá caminhar na sua presença: Ex 13,21; Ex 40,36-37; 1Rs 8,23; 1Rs 9,4; 2Cr 6,14-16;
PRESENÇA DE DEUS
- manifestada: com a sua glória, na teofania do Sinai: Ex 19,16-18; Ex 24,16-17;no tabernáculo: Ex 25,8; Ex 40,34-38; 2Sm 7,6; 1Cr 17,5;na arca: Ex 25,22; 1Cr 17,16;no templo: 1Rs 6,11-13; 1Rs 8,6; 1Rs 8,10-13; 2Rs 16,14; 2Cr 5,13-14; Ez 3,12;com a sua Palavra: Gn 12,1-4; Ex 20,1; Is 46,10; Is 55,11; Sl 106,20; Is 146,15; Sb 16,12; Sb 18,15;personificada no Verbo: Jo 1,1; Ap 19,13;que, na sua eterna presença do Pai: Jo 1,2; Jo 1,18;manifesta a sua presença aos homens: Jo 1,14; 1Jo 1,1-3;
PRESENÇA DE DEUS
- em nós: de Cristo: Ef 3,17-19; Cl 2,2; 1Jo 2,5; 1Jo 2,28;do Espírito: Jo 15,26; 1Cor 6,19;do Pai: 1Jo 4,15;Trinitaria: Jo 14,23; Jo 17,21; Jo 17,23; 1Jo 2,24; 1Jo 3,24; Rm 8,9-11;
PRESUNÇÃO
- inclinação a afrontar qualquer coisa acima das próprias forças: Eclo 3,26; Eclo 5,1ss; Mt 26,33; Mt 26,35;
PRETÓRIO
Residência do pretor, magistrado ou governador romano com poderes militares, encarregado dos julgamentos ( Mt 27,27; Mc 15,16;). 
PRETÓRIO
hebraico, pertencente ao pretor – Mc 15,16;
PRIMÍCIAS
Primeiros frutos da terra oferecidos a Deus (cf. Lv 23,10-17; Dt 26,2ss;). No sentido simbólico, o termo é aplicado a Israel ( Jr 2,3;), a Jesus ressuscitado ( 1Cor 15,20; 1Cor 15,23;), aos primeiros convertidos ao cristianismo ( Rm 16,5;). 
PRIMÍCIAS
- Lv 19,23-25; Dt 26,2-11;
PRIMÍCIAS
- devidas a Deus: Ex 13,2; Ex 22,28-29; Nm 15,17ss; Tb 1,6;
PRIMÍCIAS
- dadas ao templo: NE 10,36-37;aos sacerdotes: Dt 18,4; 2Cr 31,5; NE 10,38;
PRIMÍCIAS
- da messe, santificando-a toda: Ex 22,28; Lv 23,10-14;ver 'Ázimos', ver 'Páscoa'; Lv 23,16; Nm 28,26;ver 'Pentecostes'.
PRIMÍCIAS
- do grupo consagrado antes dos outros: Ex 22,28; Jr 2,3;fermento santificante: Rm 11,16;
PRIMÍCIAS
- deste modo, Cristo é verdadeira primícia: 1Cor 15,23;da nossa santificação: Rm 8,23;e ressurreição: 1Cor 15,20-22;cf. Cl 1,18;
PRIMÍCIAS
- nele, os eleitos são primícias sobre a terra: 1Cor 16,15; 2Ts 2,13; Tg 1,18;e no céu: Ap 14,4;
PRIMOGÊNITO
Tanto a primeira cria de um animal, como os primeiros frutos das árvores deviam ser oferecidos ao Senhor no santuário, em agradecimento pelo dom da vida. A mesma lei se aplicava ao primeiro filho do casal: ele era considerado propriedade do Senhor ( Ex 13,2; Ex 22,29;). Mas como sacrifícios humanos eram severamente proibidos, os pais, depois de oferecer o menino no templo, o resgatavam mediante uma oferta material. Esse costume devia lembrar aos israelitas a noite do êxodo, quando Deus fez morrer os primogênitos dos egípcios, ao passo que preservou os filhos dos israelitas ( Ex 12,29;). Também Jesus, aos quarenta dias de idade, foi levado ao templo por seus pais, oferecido ao Senhor e em seguida resgatado ( Lc 2,28ss;cf. Ex 13,12ss;). 
PRIMOGÊNITO
Ao filho primogênito cabiam os direitos de primogenitura, como dupla herança ( Dt 21,17;), supremacia entre os irmãos e chefia da família ( Gn 27,29; Gn 27,40; Gn 49,8;). Mas às vezes, como no caso de Jacó e de Judá ( Gn 27,30-37; Gn 49,4-8;), este direito não foi respeitado. 
PRIMOGÊNITO
Jesus é chamado 'primogênito de toda criatura' ( Cl 1,15; Hb 1,6;) em razão da supremacia que o Pai lhe concedeu entre os homens ( Rm 8,29;). 
PRIMOS
- de Jesus: Mt 12,46; Mc 3,21; Mc 3,31-35; Lc 8,20; Mt 13,55; Jo 7,3; At 1,14;
PRINCIPADOS
ver 'Dominações'. 
PRISCA
hebraico, velha ou antiga - At 18,2;
PRISCÍLA
hebraico, velha ou antiga - At 18,2;
PROCÓPIO
grego, mestre de coro, o que ganha – At 6,5;
PRÓCORO
grego, mestre de coro - At 6,5;
PROCURA DE DEUS
- empenha todo o ser: Os 5,4; Pr 1,7; Sl 9,11; Sl 10,10; Eclo 15,1-3; Mc 4,24-25; Jo 8,43-44; Jo 18,37; 2Ts 2,10-12; Tg 4,8;
PROCURA DE DEUS
- Deus deixa-se encontrar por quem o procura: Pr 8,17; Sl 13,2; Sl 21,27; 2Cr 15,2; Sb 1,2; Mt 13,11-12; Lc 11,34-36; Jo 3,21; Jo 7,17; Jo 10,27; Jo 14,21;e por quem não o procura: Is 65,1;
PROCURA DE DEUS
- da sua face: ver 'Rosto'.
PROCURADOR
ver 'Governador'. 
PRODÍGIO
- Ex 4,21; Ap 12,3; Ap 15,1;cf. Jr 10,2;ver 'Milagre'.
PRODÍGIO
- em sentido lato: Ex 15,20; Nm 122; Jz 4,4; 2Rs 22,14; Lc 2,36; At 21,9;
PROFETA
É alguém que fala aos outros em nome de Deus ( Dt 18,18;). É um porta-voz escolhido, enviado e inspirado por Deus para fazer em seu nome pronunciamentos ( Jr 7,25; Jr 25,4; 2Rs 17,13;), chamados oráculos, e para fazer ver a vontade divina ( Am 3,7;). Por causa do conhecimento dos segredos divinos é chamado também 'visionário'ou 'vidente' ( 1Sm 9,11; Am 7,12; Is 30,10;). Mas o essencial de um profeta é falar em nome de Deus e não prever o futuro ou estar sujeito a transes proféticos (cf. Nm 11,25;).
PROFETA
Em Israel houve comunidades ou confrarias proféticas, que viviam junto dos santuários ( 1Sm 19,18-24; 1Rs 18,4; 1Rs 18,13; 1Rs 18,22; 1Rs 19,10; 2Rs 2,3-5; 2Rs 2,15-18; 2Rs 4,1; 2Rs 5,22; 2Rs 6,1;). Eram parecidas com as dos 'profetas de Baal' ( 1Rs 18; 2Rs 10,19-25;). 
PROFETA
Houve também profetas cortesãos ( 1Rs 22; Jr 28;). Estes foram freqüentemente combatidos pelos verdadeiros profetas ( Mq 3,5; Sf 3,4; Jr 5,31; Ez 13,9ss;). 
PROFETA
No AT Deus comunicou-se com os homens por meio de Moisés e dos profetas. Nos últimos tempos falou por meio de seu Filho Jesus Cristo ( Jo 1,1-18; Hb 1,1ss;), o profeta como Moisés ( Dt 18,15; Jo 1,21; Jo 6,14; Jo 7,40;). 
PROFETA
Fala-se de profetas também no Novo Testamento ( At 2,17; At 11,27; At 13,1; At 15,32; At 21,9; 1Cor 12; 1Cor 14,26-32; Ef 4,11; Rm 12,6; Ap 1,3; Ap 2,7; 1Ts 5,19ss; 1Tm 1,18; 1Tm 4,14; 1Pd 1,10;). 
PROFETAS NO AT
- significado do nome e encargo: 1Sm 9,9;
PROFETAS NO AT
- Deus comunica a eles com a visão: 1Sm 3,1; Is 6; Jr 1,11-19; Ez 1; Ez 2; Ez 3; Ez 4; Ez 5; Ez 6; Am 7; Am 8; Zc 1; Zc 2; Zc 3; Zc 4; Zc 5; Zc 6;com a voz: 1Sm 3,1; Is 6,8-9; Am 7,8; Am 7,15;com a ocasião de um fato sensível: Jr 18;infundindo infrangível convicção: 1Rs 18,15; Is 50,4-8; Jr 1,17-19; Jr 20,7-12; Ez 3,8-9; Am 3,7-8;7; Am 12,17;
PROFETAS NO AT
- sua comunicação é chamada: Palavra do Senhor: Gn 15,1; 1Sm 2,30; 1Sm 3,1; 1Sm 8,74; Is 2,3;Os 1,1; Jl 1,1; Jn 1,1; Mq 1,1; Sf 1,1; Ag 1,1;Oráculo: 2Sm 23,1;mensagem Is 13,1; Jr 23,33-40;que é comunicada pelos profetas com a pregação: Jr 7,1-15;com ações simbólicas: 1Rs 11,29-32; 1Rs 20,35-42; Is 20,2-5; Jr 13,1-14; Jr 19,1-11; Jr 27,2-8; Ez 4; Ez 5;com o escrito: Jr 36;
PROFETAS NO AT
- devem ser ouvidos: Dt 18,15; Dt 18,19;
PROFETAS NO AT
- sua garantia: a pureza da vida e da doutrina: Dt 13,2-4; Gl 1,8;e a realização das predições: Dt 18,21-22; 1Rs 13,1-3; Is 45,1; Jr 28,9;ver 'Cristo'.
PROFETAS NO AT
- suas influências e conforto: 1Rs 17; 1Rs 18; 2Rs 19,29-31; Jl 1; Jl 2; 1Mc 9,27;
PROFETAS NO AT
- sua linguagem nos dados de fato: Is 6,9-10; Jr 1,10; Mt 13,14-15; At 28,26-27;
PROFETAS NO AT
- chamados servos do Senhor: Is 20,3; Jr 25,4; Am 3,7;homens de Deus: 1Sm 2,27; 1Sm 9,6; 1Rs 13,1; 1Rs 17,18; 1Rs 17,24; 2Rs 4,7; 2Rs 6,9;
PROFETAS NO AT
- sumo profeta é Cristo: Dt 18,15-19; At 3,20-23;
PROFETAS NO NT
- são fundamento: Ef 2,20;ocupando o segundo lugar na hierarquia dos carismas: 1Cor 12,28; Ef 4,11;com a tarefa: de testemunho: Ap 11,3-10; Ap 16,6; Ap 18,20; Ap 18,24; Ap 19,10;de manifestação da vontade de Deus no presente: At 13,1-3;e no futuro: At 11,27-28; At 21,10-11; Ap 10,7;de conforto: At 15,32; 1Cor 14,3;sob a autoridade dos apóstolos: 1Cor 14,37;favorecidos eles também com o dom: At 20,23; Ap 10,11;
PROFETISMO
- período de atividade e divisão do livro: 874; 1Sm 3,1;
PROFETISMO
- existe: desde as origens do povo hebreu: Gn 20,7; Gn 27,27-29; Gn 27,38-40; Gn 49,1ss; Nm 11,25-26; Dt 34,10-12; Jd 4,4; Jd 6,8; 1Cr 16,20-22;desde Samuel, como ministério constante: 1Sm 3,1; At 3,24;
PROFETISMO
- conferido por Deus: 1Sm 10,12; Is 6,8; 1Rs 18,16-18; Jr 1,77; Am 7,14-15; Ez 2,1ss;às vezes, por meio de outros profetas: Nm 11,25; 1Rs 19,16; 2Rs 2,9;dos quais existe uma escola: 1Sm 10,5; 1Sm 18,34; 1Sm 20,35; 2Rs 2,3; 2Rs 9,1;
PROFETISMO
- aprovado pela lei: Dt 18,15-20;
PROFETISMO
- extinguido depois de Esdras: 6; 1Mc 4,46; 1Mc 9,27; 1Mc 14,41;cf. Sl 73,9;
PROFETISMO
- exprime-se em manifestações de exaltação mística: Nm 11,25; 1Sm 10,10-13; 1Sm 19,20-24; At 10,44-46; At 19,6;
PROFETISMO
- na predição do futuro: 2Rs 23,16-17;ver 'Cristo'.
PROFETISMO
- continua o carisma no cristianismo: At 11,27; At 13,1; At 21,9; Rm 12,6; 1Cor 12,10; 1Cor 12,28-29; 1Cor 14,3;
PROMESSA
O termo não ocorre no AT, mas o conceito está presente. Deus promete ao homem e cumpre a sua palavra ( Is 40,8;), que é eficaz ( Is 55,9-11;). Deus prometeu numerosa descendência, uma terra e a bênção a Abraão. A Davi prometeu uma dinastia estável ( 2Sm 7,5-16; 1Rs 2,4;), promessa atualizada pelas promessas messiânicas e escatológicas ( Is 2,2-5; Is 11,1-9;). As promessas, fruto da bondade e misericórdia de Deus, são garantidas por sua fidelidade. 
PROMESSA
- de Deus, significado: Gn 9,9; Gn 9,13; Nm 25,13;
PROMESSA
No NT o aspecto profético da palavra de Deus e a história do povo eleito são chamados promessa, que teve sua realização em Cristo. A promessa realizada se torna o anúncio da boa-nova ( At 13,32;). A promessa caracteriza a gratuidade dos dons divinos em oposição às obras da Lei ( Rm 4,13-21; Gl 3,17-22;). Em Cristo as promessas divinas se tornaram um 'sim' ( 2Cor 1,20; Ap 3,14;). 
PROMESSA
- de Deus, selada por Ele: Gn 15,8-10; Gn 15,17-21; Eclo 44,21;
PROMESSA
- a linha da promessa: desde os progenitores: Gn 3,15;até Sem: Gn 9,26;até Taré: Gn 11,10-26;
PROMESSA
- a família da promessa: Abraão: Gn 12,3; Gn 17,6-7; Gn 22,18; Hb 11,17;Isaac: Gn 26,34; Gn 26,5;Jacó: Gn 35,9-13; Gn 49,10;
PROMESSA
- a dinastia da promessa: 2Sm 7,12; 2Sm 22,51; 2Sm 23,5; 1Rs 2,4; 1Rs 3,46;nunca esquecida: 1Mc 2,57; Lc 1,32;
PROMESSA
- objeto: a terra: Gn 12,7; Gn 15,18; Gn 17,8; Pr 2,21-22;que será a pátria celeste: Hb 11,9; Hb 11,13-16; 1Cor 6,9-10; 1Tm 4,8;longa vida: Ex 20,12;que será eterna: 2Mc 7,13-14; 2Mc 7,30-38; Mt 25,46;na cidade das promessas: Tb 13,10; Is 49,14-16; Jr 33,4-7;pátria espiritual universal: Tb 13,13; Sl 67,30-33; Sl 86; Is 2,2-3; Jr 3,17;que será a Jerusalém celeste: Tb 14,6-7; Is 62,5; Gl 4,26; Hb 11,10; Hb 12,22; Ap 3,12; Ap 21,9-27;
PROMESSA
- os herdeiros dela: Isaac: Gn 15,34; Gn 17,16-19; Gn 18,10; Gn 21,2-3; Rm 4,18-22;Jacó: Gn 26,2-6;representante do povo da promessa: Gn 21,12; Rm 9,4; Rm 9,7-8; Hb 11,18;que com Moisés retoma o caminho: Ex 2,24; Ex 6,3-8;e que se reduz a um Resto: Esd 9,8; NE 9,33-34;santo e fiel: Is 1,9; Esd 10,8;o Cristo: Gl 3,16; 1Cor 15,27-28;e nele os cristãos: Gl 3,29;
PROMESSA
- os campeões que lhe mantêm viva a lembrança: Is 9,5-6; Is 11,1ss; Is 5,10; Is 42,1-4; Is 49,6; Is 53,11-12; Ez 37,21-28; Ag 2,6-9; Zc 9,9-10; 2Sm 23,5; Sl 71,3-7; Sl 88,20-52; Sl 131,11-12;
PROMESSA
- cumprimento: acima da lei: Rm 4,13-15; Gl 3,15-18;para a fé: Rm 4,16-17;em Cristo realizador da promessa: Lc 1,67-73; Rm 15,8; Gl 3,14; Gl 3,22-26; Hb 6,13-20;
PROPICIATÓRIO
Ver ( Ex 25,17ss;). 
PROPRIEDADE
- é direito de todos: Gn 1,28; Gl 4,1;dos clérigos para os bens eclesiásticos: 1Cor 9,7-14;
PROPRIEDADE
- tutelada pela virtude da justiça [comutativa]: Pr 10,2; Mt 19,17-18;
PROPRIEDADE
- vias de acesso: possessão: Gn 9,1-2;herança: ver 'Pais'; trabalho: ver 'Dadores de Trabalho', ver 'Compra-venda'.
PROPRIEDADE
- lesão: ver 'Furto', ver 'Dano', ver 'Usura'.
PROPRIEDADE
- reparação: ver 'Furto', 'Dano'.
PROPRIEDADE
- com o direito de resgate entre os hebreus: ver 'Resgate'.
PROSÉLITO
Pagão convertido ao judaísmo, que se agregou ao povo judeu pela circuncisão ( Mt 23,15; At 2,11;). Alguns prosélitos converteram-se ao cristianismo ( At 6,5; At 13,43;). 
PROSTITUIÇÃO
Relações sexuais com mulheres, por dinheiro, não eram desconhecidas em Israel ( Gn 38,15-23; Jz 16,1;). Mas era uma prática condenada pela Lei ( Lv 19,29;) e por S. Paulo ( 1Cor 6,15ss;). Em Canaã era comum a prostituição de homens e mulheres, que se ofereciam em santuários, nos cultos de fertilidade em honra de alguma divindade; a prática era repelida pela Lei ( Dt 23,18;). 
PROSTITUIÇÃO
Dentro do simbolismo conjugal da aliança, os profetas caracterizam como 'prostituição' a conduta infiel de Israel em relação a seu Deus (cf. Sb 14,12;Os 4,10). 
PROVÉRBIOS
latim, coleção máxima;
PROVIDÊNCIA DIVINA
Em geral: ( Sl 104,27ss; Sl 145,15ss; Sb 6,7; Mt 6,25-30; At 17,28; Cl 1,17; 1Pd 5,7;). 
PROVIDÊNCIA DIVINA
Em particular: ( Sl 23,1; Sl 37,23; Sl 147,8ss; Eclo 17,19; Is 43,1ss; Lc 12,6-32;). 
PROVIDÊNCIA DIVINA
Tudo acontece por vontade ou permissão de Deus: ( Jó 5,6; Jó 5,17; Jó 34,21; Pr 5,21; Pr 16,9; Pr 19,21; Lm 3,37; Am 3,6; Mt 10,29-31; Rm 8,28; 2Cor 4,17; Hb 12,11ss; 2Pd 3,9;). 
PRÓXIMO
Próximo para o israelita era o irmão, o conterrâneo, membro da mesma tribo e da mesma raça ( Ex 20,17;). A estes se devia amar em primeiro lugar ( Lv 19,18;). Mas já no AT este amor é extensível também ao estrangeiro que mora junto com o israelita ( Lv 19,33ss;). Jesus amplia a noção de próximo, exigindo amor não só a estrangeiros mas até a inimigos (cf. Lc 10,29;). ver 'Amor'. 
PRUDÊNCIA
Realiza as obras planejadas com sabedoria ( Pr 24,3; Sb 9,11;). 
PRUDÊNCIA
- conseqüência privilegiada da liberdade: Eclo 15,14;
PRUDÊNCIA
Obtém-se com a oração ( 1Rs 3,9; Pr 2,6-9; Sb 8,21; Sb 9,9-11;) e com a docilidade aos pais, mestres e anciãos ( Pr 1,8ss; Pr 6,20-22; Pr 7,1ss; Pr 23,22-25; Sb 4,9; Eclo 25,3-6; Eclo 44,1-4;).
PRUDÊNCIA
- uma das virtudes cardeais: Sb 8,7;
PRUDÊNCIA
Quem observa as palavras de Cristo é prudente ( Mt 7,24-27;). 
PRUDÊNCIA
- diretriz das ações para fins secundários: Pr 19,8; Ecl 11,4; Ecl 11,6; Eclo 18,25;para o fim último: Dt 4,6; Br 4,1-2; Sb 5,1-15;sobrenatural: Mt 6,33; Mt 7,24-25; Mt 11,25; Mt 13,44-46; 1Cor 1,18; Ef 5,15-18;
PRUDÊNCIA
A máxima prudência é dar tudo para entrar no Reino ( Mt 13,44ss; Mt 19,21; Mt 25,26ss; Lc 14,28-32;). 
PRUDÊNCIA
- fundada em Deus: Pr 1,7; Pr 8,1; Pr 16,9; Jó 12,17; Eclo 6,37;na graça do Espírito Santo: Is 11,2; Mt 10,19-20; 2Cor 1,12;não na própria insuficiência: Is 5,21; Pr 3,5; Pr 21,30; Sb 9,13-14; Rm 12,3;
PRUDÊNCIA
O cristão prudente vigia, esperando o seu Senhor ( Mt 25,8-11; Mt 26,41; Lc 12,35-37; Mc 13,35; 1Pd 4,7;). 
PRUDÊNCIA
- indicada e inculcada por Jesus: Mt 10,16; Mt 16,26; Mt 19,16-21;que dá as normas: de vigilância: Mt 25,2; Mt 25,10; Lc 12,35-40; Rm 13,11; 1Pd 5,8; Ap 3,3;de desconfiança para com as riquezas: Lc 12,16-34; Lc 16,1-9;cf. Pr 10,2;que não é imprevidência: Lc 14,28-32;
PRUDÊNCIA
Também existe uma prudência falsa, mundana ( Is 5,21; Is 7,12; Lc 12,16-20; Lc 16,8;). 
PRUDÊNCIA
- premiada por ele: Mt 19,23-30;
PRUDÊNCIA
- adquire-se com a docilidade ao bom conselho: Pr 4,1-5; Pr 10,17; Eclo 6,32-36;com a experiência: Eclo 18,27; Eclo 39,14;com a oração: Eclo 39,5ss;
PRUDÊNCIA
- social: Is 11,34;familiar: 1Tm 3,4; Tt 2,4;
PRUDÊNCIA
- política: Pr 11,14; Pr 24,6;eclesial: Lc 12,41-44; 1Tm 3,2; 1Tm 3,5;
PRUDÊNCIA
- vícios contrários: precipitação e irreflexão: Pr 19,2; Br 3,28; Eclo 18,19ss; Eclo 20,23;negligência: Eclo 18,22; Mt 25,2; Mt 25,8;inconstância: Lc 9,62;falsa e estulta a prudência da carne: Mt 6,25; Mt 6,34; Rm 8,7; Tg 3,15;
PSEUDOEPÍGRAFOS
Livros que têm título falso, isto é, falsamente atribuídos a certo autor. Com este termo as Igrejas protestantes englobam os livros do AT que na Igreja Católica são considerados apócrifos. 
PSEUDOPROFETAS
- fora de Israel: 1Rs 18,18; 2Rs 10,19;
PSEUDOPROFETAS
- em Israel: 1Rs 22,6; 1Rs 22,10ss; Is 9,14; Is 28,7; Jr 14,13-14; Jr 23,9ss; Jr 27,9; Jr 29,8; Ez 13,17-23; Mq 22,28; Mq 3,5ss;
PSEUDOPROFETAS
- por toda a parte e sempre: Mt 24,11; 1Tm 4,1; 2Pd 2,15; Ap 16,13ss;
PSEUDOPROFETAS
- também os verdadeiros podem estar sujeitos a deficiências morais: 1Rs 13,11-32; Mt 7,21-23;
PSEUDOPROFETAS
- castigados: Dt 18,20; 1Rs 18,40; Jr 14,15; Jr 28,15-17; Jr 29,21; Ez 14,9; Zc 13,2; 2Pd 2,1-3; Ap 20,9-10;
PSEUDOPROFETAS
- contra eles: vigilância: Mt 7,15;fidelidade a Deus também se enganado com prodígios: Dt 13,24; Mc 13,21-23;
PSEUDOPROFETAS
- critério discretivo: Dt 18,21-22; 1Rs 22,28; Jr 28,9; Mt 7,16-20; 1Cor 14,29; 1Jo 4,1-3;
PSICOLOGIA DE JESUS, ASPECTO EXTERIOR
- fascínio: Lc 11,27;
PSICOLOGIA DE JESUS, ASPECTO EXTERIOR
- vigor físico: Mt 8,20; Mc 1,35; Mc 3,8ss; Mc 10,20; Lc 6,12; Lc 19,28;
PSICOLOGIA DE JESUS, ASPECTO EXTERIOR
- lucidez de pensamento: Mt 5,37; Mt 10,34; Mc 10,45; Mc 12,14; Lc 14,28; Lc 14,31;
PSICOLOGIA DE JESUS, ASPECTO EXTERIOR
- decisão de vontade: Lc 2,49; Lc 9,62; Lc 12,49; Jo 6,67; Mt 26,39;
PSICOLOGIA DE JESUS, ASPECTO EXTERIOR
- dominador nato: Mc 1,16-20; Mc 5,15; Mc 5,30-33; Mc 10,32; Jo 2,15-16;
PSICOLOGIA DE JESUS, O SEGREDO DA SUA VIDA ÍNTIMA
- vida de oração: Mt 14,23; Mc 7,34; Mc 9,28-29; Lc 3,21; Lc 6,12ss;com seu Pai: Mt 11,25; Lc 23,34; Jo 11,41; Jo 14; Jo 16; Jo 32; Jo 17,24;e de abandono: Mt 26,39; Mt 27,46;cf. Lc 11,28;e Lc 12,29ss;
PSICOLOGIA DE JESUS, SENTIDO DA REALIDADE
- nas discussões: Mt 22,45; Mc 3,4; Mc 12,24-27; Lc 14,5;
PSICOLOGIA DE JESUS, SENTIDO DA REALIDADE
- nas prescrições sociais: Mt 15,2-3; Mt 15,8-9; Mt 23,16ss; Mt 23,23ss; Mc 7,3ss; Mt 7,9ss;
PSICOLOGIA DE JESUS, SENTIDO DA REALIDADE
- no amor à simplicidade: Mc 9,35ss; Mc 10,13ss;
PSICOLOGIA DE JESUS, SENTIDO DA REALIDADE
- no pensamento, no ensinar, na vida: Mt 12,33; Mt 13,3-9; Mt 13,31-33; Mt 13,45-47; Mt 17,24-27; Mt 18,2ss; Mt 18,24ss; Mt 20,3; Mt 21,42; Mc 6,55; Mc 12,17; Lc 12,14; Lc 14,21-23; Lc 16,1; Lc 16,20; Lc 17,7-8; Lc 18,24; Lc 19,12;
PSICOLOGIA DE JESUS, SENTIDO DA REALIDADE
- no conhecimento íntimo: Mt 5,21ss; Mt 5,27ss; Mt 15,18;e das fraquezas do homem: Mt 7,11; Mt 11,16-17; Mt 16,4; Mc 7,18; Mt 8,17-18; Lc 6,41ss; Lc 9,54-55; Lc 13,4; Lc 18,10ss; Lc 23,34; Jo 2,24-25;a ponto de se tornar solidário com os míseros para salvar a todos: Mt 9,36; Mt 14,14; Mt 15,32; Mt 21,31; Mt 25,40; Mc 2,16-17; Mc 3,2; Mc 9,36-37; Lc 6,20ss; Lc 7,13; Lc 10,29ss; Lc 19,5; Lc 23,43;também os ricos: Mc 10,21; Lc 6,36; Lc 15,20; Lc 19,9;ver 'Cristo' filho de Maria.
PSICOLOGIA DE JESUS, TEM CONSCIÊNCIA DE SER
- o Rei do Reino: Mt 13,41; Mt 16,28; Mt 20,21; Mt 25,31ss; Lc 23,42; Jo 13,13; Jo 17,3;
PSICOLOGIA DE JESUS, TEM CONSCIÊNCIA DE SER
- o Filho do homem: no sentido de futuro juiz: Mt 13,41; Mt 24,30; Mt 26,64; Mc 8,38; Mc 13,26; Mc 14,62; Jo 5,27; Lc 6,22;significativo da sua atividade salvífica presente: Mt 13,37; Mc 2,10-28; Lc 19,10;culminante na Paixão: Mt 20,28; Mc 8,31; Mc 9,31; Mc 10,43; Lc 9,22;
PSICOLOGIA DE JESUS, TEM CONSCIÊNCIA DE SER
- o Filho de Deus: declarando-se tal: Mt 22,41ss; Mc 12,1ss; Lc 2,49; Jo 3,16ss; Jo 5,17-26; Jo 14,6ss; Jo 17,1ss;considerando-se em comunidade de liames, de ser, de conhecimento com o Pai: Lc 10,21-22; Jo 5,21ss; Jo 8,19; Jo 10,14-15; Jo 10,25; Jo 10,38; Jo 14,9; Jo 14,10; Jo 16,15; Jo 17,1ss;considerando-se tal na maneira de realizar os milagres: Mc 1,41; Mc 2,10ss; Mc 5,41; Jo 2,19;considerando-se superior ao templo, ao sábado, à lei, a qualquer vínculo terreno: Mt 5,17-37; Mt 5,38-44; Mt 10,37; Mt 12,6-8;
PTOLEMAIDA
egípcio, cidade de Ptolomeu - Jz 1,31;
PTOLOMEU
guerreiro, religioso - 2Mc 1,1;
PUÁ
hebraico, luz - Jz 10,1;
PUBLICANO
Cobrador de impostos a serviço do governo romano. O posto era leiloado e por isso muito cobiçado nos vários distritos e vilas. Para cumprir o compromisso assumido com o governo cobravam-se pesadas taxas; por isso, os publicanos eram odiados pelo povo em geral. Mateus exercia este ofício em Cafarnaum ( Mt 9,9;) e Zaqueu em Jericó ( Lc 19,1-10;). Jesus era acusado de ser amigo de cobradores de imposto e de pecadores ( Mt 9,10-13; Mt 11,19;). 
PÚBLIO
latim, comum, público - At 28,7;
PUDENS
hebraico, vergonhoso - 2Tm 4,21;
PUDENTE
hebraico, vergonhoso - 2Tm 4,21;
PUL
hebraico, como elefante ou forte - 2Rs 15,19;
PUNOM
hebraico, neblina ou obscuridade - Nm 33,42;
PUR
persa, hebraico, sorte - Jz 3,7;
PURA
hebraico, ramo - Jz 7,10;
PUREZA
Pureza cultual: é a aptidão exigida pela Lei para participar no culto. Não tem relação direta com a pureza em sentido moral ( Lv 11,11-15;). Vários fenômenos tornavam o homem impuro. ver 'Puro-impuro'. 
PUREZA
A verdadeira impureza é o adultério religioso, a idolatria (Os 2; Ez 16; Ez 23;), própria de um coração incircunciso ( Jr 9,24ss; Rm 2,25-29;). 
PUREZA
Pureza moral: Os profetas insistem na pureza interior, frente aos formalismos cultuais ( Is 1,15-17; Is 29,13;Os 6,6; Am 4,1-5; Am 5,21-23; Sl 18,21-25; Sl 51,12;). ver 'Circuncisão'. 
PURGATÓRIO
Ver ( 2Mc 12,43-46; Mt 5,25ss; Mt 12,32; Lc 12,48; 1Cor 3,13-15; 2Cor 5,10; Gl 6,8; Ap 21,27;). 
PURGATÓRIO
- Querelas: 2Mc 12,43-45; 1Cor 3,15;
PURGATÓRIO
- Gn 31,1ss; Jz 12,1-7; 1Rs 3,16-27; Eclo 28,8-12; Tt 3,9;
PURIFICAÇÃO
Rito que visava recolocar na esfera da comunicação com a divindade indivíduos que contraíam alguma 'impureza'. Havia ritos para purificar quem tivesse tocado um cadáver ( Nm 5,2ss; Nm 6,9-12; Nm 19;) ou contraído uma doença de pele ( Lv 14; Lv 15;) e para a mulher que deu à luz ( Lv 12,8; Lc 2,21-24;). ver 'Puro-impuro'. 
PURIM
Palavra de origem persa, que significa 'sortes'. É a festa que comemora a libertação dos judeus ameaçados de extermínio. Sobre a origem da festa ver a Introdução ao livro de Ester. 
PURIM
persa, sorte - Est 3,7;
PURO-IMPURO
Puro e impuro são noções encontradas quase em todas as religiões antigas e povos primitivos. Não se trata de pureza física, moral ou de castidade. Impuro é o que está carregado de forças perigosas ou pode desencadeá-las, e por isso deve ser evitado. A impureza não significa, pois, culpabilidade ou pecado; por exemplo, a mulher após o parto ou durante a menstruação é considerada impura; tocar um morto, estar atacado por certas doenças como a 'lepra' torna a pessoa impura. 
PURO-IMPURO
Certos animais ou alimentos de origem agrícola são considerados impuros e por isso rejeitados pela cultura nômade da qual provinham os israelitas. Assim os animais elencados em ( Lv 11,29ss;) são considerados impuros pois tinham um papel no culto cananeu; o porco era impuro porque era usado no culto de Adônis-Tamuz. Tais proibições visavam evitar misturas e manter a integridade. Por isso também animais ou coisas híbridas deviam ser evitados ( Lv 18,23; Lv 19,19;). O motivo original de tais práticas podia ser um simples tabu. Mas, no contexto atual, Israel deve evitar certos alimentos e atos que o tornam impuro, porque impedem de participar no culto divino ( Lv 11,1-47;). 
PURO-IMPURO
Jesus criticou este conceito de pureza ritualística e meramente exterior ( Mt 23,25ss;), mostrando que o que torna impuro o homem não são as coisas que vêm de fora, mas o que procede do coração: os maus pensamentos que levam ao pecado ( Mc 7,15-23;). Ver as notas em ( Lv 12,1-8; Lv 14,33-53; Lv 15,1-33;).
PUTE
hebraico, extensão - Gn 10,6;
PUTÉOLI
hebraico, abundância em poços - At 28,13;
PUTIEL
hebraico, afligido por Deus - Ex 6,25;
PUVA
hebraico, luz - Gn 46,13;
PUZZOLO
hebraico, abundância em poços - At 28,13;